Trocar a tela do iPhone pode custar até 1/3 de um novo

Trocar a tela do iPhone pode custar até 1/3 de um novo

O serviço de troca da peça do telefone celular da Apple chega a custar R$500 um iPhone 4, de 8 GB e desbloqueado, é vendido por R$ 1.499 virtualmente

Um dos problemas mais comuns dos usuários de produtos da Apple, a quebra de tela de iPhone e iPad pode obrigar o consumidor a desembolsar pelo conserto o equivalente a um terço do preço do aparelho novo.

O serviço de troca da peça do telefone celular da Apple chega a custar R$ 500 um iPhone 4, de 8 GB e desbloqueado, é vendido por R$ 1.499 na loja virtual da fabricante norte-americana.

Sem direito ao serviço gratuito, já que a garantia oferecida pela Apple não cobre danos causados por queda ou mau uso dos aparelhos, o usuário com o problema se depara com variação de até 250% no valor do reparo.

Consultamos 13 companhias de assistência técnica na capital paulista nesta semana --todas não autorizadas.

As oficiais, relacionadas no site da Apple, informaram não fazer esse tipo de serviço.

Para o iPhone 4, o valor da troca oscila de R$ 200, em estandes do comércio popular de eletrônicos da Santa Ifigênia, a R$ 500 em quiosques de shopping centers.

Já para a troca de tela do iPad 2, em alguns casos, o orçamento supera R$ 700. O mínimo encontrado foi de R$ 420, no comércio popular.

Todos os valores incluem a peça nova --mas não original, já que a Apple não vende peças para reposição-- e a mão de obra do serviço, bastante minucioso. São mais de 20 pequenos parafusos (leia texto ao lado).

Segundo Tiago Bagetti, dono da Brasiphone, que faz os reparos na região central de São Paulo, são realizadas cerca de 90 trocas de iPhone e dez de iPad por mês. É oferecida garantia de seis meses.

PERDA DE GARANTIA

"Temos técnicos treinados. Mas vale lembrar que o reparo implica a perda da garantia oficial da fabricante."

A executiva de contas Pollyanna Almeida, 25, desistiu de trocar a tela do iPhone 3G, que rachou. Ao descobrir que a garantia não cobria o problema, procurou duas empresas de serviços.

Entre orçamentos de R$ 220 e R$ 400, preferiu comprar um novo aparelho, o iPhone 4G S, por R$ 1.900.

"Tive medo de gastar esse dinheiro todo e ainda dar outro tipo de problema."

Fonte: Folha.com