Turismo on-line cresce no país e deve movimentar R$ 13 bilhões

No Brasil, o setor de turismo tradicional movimentou R$ 229 bilhões em 2011.

O turismo on-line deve movimentar neste ano R$ 13 bilhões no Brasil, incluindo a venda de pacotes, passagens e serviços relacionados. O crescimento é estimado em 20% em relação ao ano passado, de acordo com estudo da Braspag, empresa que atua em plataformas de pagamento para o comércio eletrônico.


Turismo on-line cresce no país e deve movimentar R$ 13 bilhões

As informações do potencial do turismo on-line foram compiladas a partir da venda pela internet de sites de empresas como TAM, Decolar.com, Hotel Urbano (site de compras coletivas em turismo) e Fly Tour, entre outros.

No Brasil, o setor de turismo tradicional movimentou R$ 229 bilhões em 2011 --ou 3,7% do PIB nacional, segundo o IBGE. Neste ano deve chegar a R$ 238,5 bilhões.

"O turismo on-line é um mercado que começou atrelado a venda de passagens, com a Gol. Hoje chama atenção, principalmente se comparado à venda de produtos pela internet", afirma Gastão Mattos, presidente da Braspag. Dados da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico mostra que a venda de bens de consumo deve chegar a R$ 22,5 bilhões neste ano.

Os destinos mais procurados pelos viajantes que fazem reservas on-line são os nacionais, principalmente no Nordeste. Fora do país, os destaques são Estados Unidos (50% para Orlando e Miami, 30% para Nova York e 20% divididos entre Las Vegas, California e outros) e Argentina.

"Existem cerca de 20 destinos responsáveis por 80% das vendas on-line", diz Luiz Vieira, do comitê de compras coletivas da Câmara. "Na compra coletiva, hospedagens pequenas, não exploradas pelo turismo tradicional, ganham destaque no litoral norte de São Paulo, no Rio e em Santa Catarina."

Com o incremento dos negócios no setor, a CVC, maior operadora de turismo do país, lançou há cerca de dois meses uma nova versão de seu site para o consumidor poder comprar separadamente passagens aéreas e estadias em hotéis. Em média são 100 mil visitantes por dia.

A Flytour Viagens (do grupo Fly Tour) criou em seu portal um serviço de crédito pré-aprovado que permite ao agente de viagens fazer compras 24 horas on-line.

Segundo a empresa, toda agência cadastrada recebe um crédito inicial, que lhe dá autonomia para fazer transações de compra de pacote, parte aérea, hotel ou aluguel de carro.

Fonte: Folha