Turistas brasileiros gastam US$ 4,7 bi no exterior em 2011

Turistas brasileiros gastam US$ 4,7 bi no exterior em 2011

No fim do mês passado, o governo aumentou de 2,38% para 6,38% a alíquota de IOF

Os turistas brasileiros gastaram no exterior US$ 4,72 bilhões no primeiro trimestre deste ano. Somente em março, os brasileiros deixaram lá fora US$ 1,65 bilhão. Os valores ficaram 41,3% acima dos registrados no primeiro trimestre de 2010, quando os gastos dos brasileiros no exterior somaram US$ 3,34 bilhões, e 47% em comparação ao US$ 1,12 bilhão gasto em março de 2010.

No fim do mês passado, o governo aumentou de 2,38% para 6,38% a alíquota de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) cobrado de compras com cartão de crédito no exterior. A medida, porém, entrou em vigor a partir de 28 de março e ainda tem pouco reflexo nos dados divulgados hoje pelo Banco Central.

Já os turistas estrangeiros deixaram no Brasil neste ano US$ 630 milhões em março e US$ 1,79 bilhão no primeiro trimestre.

INVESTIMENTO ESTRANGEIRO

Os investimentos de estrangeiros no mercado financeiro -em ações e títulos de renda fixa, por exemplo- foram de US$ 1,38 bilhão em março e US$ 5,86 bilhões nos três primeiros meses do ano.

Nos dois casos, o montante ficou abaixo do registrado no ano passado, quando os investimentos em carteira chegaram a US$ 3,64 bilhões no ano e US$ 9,32 bilhões no trimestre.

Em fevereiro deste ano, esses investimentos tinham sido de US$ 2,84 bilhões.

No dia 29 de março, o governo aumentou para 6% a alíquota de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) cobrada de empréstimos feitos no exterior por bancos e empresas com prazo de até um ano. No início de abril, a cobrança foi estendida para empréstimos de até dois anos.

A medida foi tomada para inibir a entrada de dólares no Brasil para investimentos de curto prazo e conter a desvalorização da moeda norte americana.

Os investimentos estrangeiros no setor produtivo brasileiro somaram US$ 6,79 bilhões em março e já chega a US$ 17,47 bilhões no primeiro trimestre, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo Banco Central.

O valor está bem acima do registrado no primeiro trimestre de 2010, quando ingressaram no país R$ 5,51 bilhões em recursos de investimento direto. Em março de 2010, o montante foi de US$ 2,08 bilhões.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br