Último nas pesquisas reduz preços e é um dos mais baratos na pesquisa do JMN

Último nas pesquisas reduz preços e é um dos mais baratos na pesquisa do JMN

Com uma redução de R$ 24 em relação à semana passada, o Pão de Açúcar subiu no ranking de preços e garantiu o segundo lugar

O supermercado Extra continua em primeiro lugar na pesquisa do Jornal Meio Norte. Nesta semana, o estabelecimento fechou a cesta no valor de R$ 389,61, com uma diferença de R$ 15,62 em relação ao total obtido na semana passada (373,99). Enquanto isso, o Pão de Açúcar, que há muitas semanas era o quarto lugar da pesquisa, agora está em segundo lugar com um total de R$ 392,46, bem abaixo do total que apresentou na semana passada (R$ 416,52).

A diferença entre os dois primeiros colocados, Extra e Pão de Açúcar, ficou na pequena quantia de R$2,85. Já o Hiper Bom Preço, que na última pesquisa estava em segundo lugar e com um total de R$ 405,06, desceu no ranking e nesta semana ocupa o terceiro lugar com uma soma de R$ 404,84.

Em último lugar e demonstrando ser o supermercado com o total de preços mais elevado para o bolso do consumidor está o Comercial Carvalho.

Nesta pesquisa, apesar de ele ter apresentado um valor mais barato para a cesta (R$ 406,32) em comparação com a semana passada (R$ 407,28), o supermercado não conseguiu se manter na mesma posição, que era a terceira. A diferença entre este estabelecimento e o Extra (primeiro colocado) ficou no valor de R $16,71.

ATACADOS - A pesquisa desta semana não teve nenhuma alteração na posição dos estabelecimentos no ranking de mais vantajoso para compras no atacado, porém o segundo colocado vem se mostrando cada vez mais próximo do primeiro.

O Atacadão continuou liderando a pesquisa, com soma total dos produtos no valor de R$ 77,06. Já o Maxxi, que vem se posicionando como seu principal concorrente, teve a soma final de R$ 78,37, o que representa uma diferença de apenas de R$ 1,31 entre o primeiro e o segundo colocado.

O Carvalho Mercadão permaneceu na terceira posição (R$ 83,16) e, desta forma, o Makro também continuou em quarto lugar, com valor da soma dos produtos de R$ 84,36. Os produtos inseridos na soma final são apenas aqueles que aparecem nas prateleiras de todos os estabelecimentos onde a pesquisa é realizada.













Fonte: Aline Damasceno e Flávia Araújo