Aumento do consumo durante a Páscoa abre 61,5 mil vagas de empregos. Aproveite!

Aumento do consumo durante a Páscoa abre 61,5 mil vagas de empregos. Aproveite!

O comércio fica com 40% das oportunidades e iniciou as contratações a partir do final de fevereiro

O aumento do consumo durante a Páscoa permitiu a abertura de 61,5 mil vagas de empregos temporários neste ano, segundo estudo do instituto Manager para a Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário).

O número representa crescimento de 2,5% em comparação ao mesmo período de 2009. A indústria é responsável por 60% das vagas temporárias deste feriado, cujas contratações foram iniciadas entre setembro e outubro do ano passado, diz a pesquisa.

O comércio fica com 40% das oportunidades e iniciou as contratações a partir do final de fevereiro. As vagas não se limitam, porém, às fábricas e lojas de varejo, mas abrangem outras partes da cadeia produtiva.

A diretora de comunicação da associação, Jismália de Oliveira Alves, afirma que empresas de embalagens estão esperando crescimento nas vendas:

- Tudo que estiver relacionado a essa cadeia produtiva também usa mão de obra temporária. As empresas de embalagens artesanais, por exemplo, estão aguardando aumento de 20% nas vendas e, consequentemente, demandam a contratação de mão de obra temporária.

Ela destacou que a data pode significar ainda a oportunidade do primeiro emprego para os jovens.

Em relação ao ano passado, a expectativa da Asserttem é de aumento do primeiro emprego, representando 25% do total de contratados, contra 21,4% em 2009.

Ranking

O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de países produtores de ovos de chocolate, superado apenas pela Inglaterra.

Segundo Jismália, o atual cenário econômico favorece as contratações de mão de obra:

- Hoje, estamos muito mais seguros. A economia deu sinal de aquecimento e esse cenário favorece, sem dúvida, as contratações.

Há chances de efetivação para 13% do pessoal temporário, estima Jismália. No ano passado, 8,4% das vagas foram efetivadas:

-Este ano, estamos aguardando um número de aproximadamente 8.000 trabalhadores, que terão oportunidade de abrir a porta da vaga efetiva por meio dessas contratações.

Para a Asserttem, a expansão na efetivação de trabalhadores será de 60% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Empresas

Na Kopenhagen, uma das mais tradicionais empresas do setor de chocolate no Brasil, não houve abertura de vagas para temporários para a Páscoa de 2010, uma vez que ela transferiu parte de sua fábrica em São Paulo para Minas Gerais e contratou 700 pessoas efetivas.

Em 2009, as vagas abertas para a Páscoa somaram 713, com algumas efetivações no final do período. A produção da marca Kopenhagen para a Páscoa aumentou 18% este ano em relação ao ano passado, alcançando 460 toneladas de produtos variados.

Na Village, as contratações para a Páscoa começaram a partir de setembro de 2009, com a abertura de 500 vagas para a fábrica, além de 600 novos postos de trabalho na parte promocional em pontos de venda. Segundo a companhia, os funcionários temporários têm carteira de trabalho assinada e possibilidade de serem efetivados após o período.

Em média, as contratações temporárias se estendem por cerca de dez meses, quando começam as admissões para outro produto sazonal, o panetone de Natal. A expectativa da Village é de aumento em torno de 10% da produção de ovos de Páscoa este ano. A exportação também deverá crescer no período cerca de 15% para a América Latina, Europa e Estados Unidos.

A Nestlé revelou, por sua vez, que a companhia abriu este ano 4.000 vagas para promotores de vendas temporários em todo o Brasil. Na Páscoa de 2009, foram 3.500 vagas. A efetivação dos temporários depende da abertura de vagas na empresa.

Fonte: R7, www.r7.com