Venda de remédios genéricos cresce 27% entre 2010 e 2011

Em 2010 as vendas chegaram a R$ 1,7 bilhão, contra os R$ 2,2 bilhões de 2011

As vendas de medicamentos genéricos cresceram 26,91% entre 2010 e 2011, conforme levantamento realizado pela Abrafarma (Associação Brasileira de Farmácias de Drogarias).

Em 2010 as vendas chegaram a R$ 1,7 bilhão, contra os R$ 2,2 bilhões de 2011. O estudo ainda revela que nos últimos cinco anos, as vendas desses produtos cresceram sempre acima de 20%, totalizando no período um incremento de 169,52%.

Consumidor quer preço justo

?Os genéricos já são realidade no mercado nacional. Esse tipo de medicamento atrai cada vez mais o consumidor que preza por preços justos, mas sem abrir mão da qualidade do que adquire?, avalia o presidente da associação, Sérgio Barreto.

A Abrafarma congrega as 28 maiores redes de farmácias do país e uma rede de supermercados.

Desde 2007, o ano de 2009 foi o melhor para o segmento de genéricos, já que as vendas passaram de R$ 1,0 bilhão em 2008 para R$ 1,4 bilhão em 2009, alta de 38,71%.

Participação de mercado

Ainda no mês de maio deste ano, a Associação Brasileira das Indústrias de Medicamentos Genéricos - Pró Genéricos já havia revelado que os genéricos atingiram uma participação de mercado recorde no primeiro trimestre de 2012, de 25,4%.

Segundo a Pró Genéricos, entre os meses de janeiro e março deste ano, foram comercializadas 152,8 milhões de unidades, uma alta de 23,5% frente aos três primeiros meses de 2011.

As vendas das indústrias de genéricos somaram R$ 2,4 bilhões no primeiro trimestre de 2012, frente os R$ 1,7 bilhão observado nos três primeiros meses de 2011, alta de 35,4%.

Fonte: UOL