Vendas do McDonald"s em outubro decepcionam nos EUA

Vendas do McDonald"s em outubro decepcionam nos EUA

As vendas em outubro nos restaurantes abertos há pelo menos 13 meses subiram 5,6% nos Estados Unidos

O McDonald"s reportou crescimento nas vendas no mês de outubro mais fracas que o esperado em seus restaurantes nos Estados Unidos, enquanto o desemprego continua no principal mercado da maior rede de lanchonetes do mundo.

As vendas em outubro nos restaurantes abertos há pelo menos 13 meses subiram 5,6% nos Estados Unidos, mas o número ficou abaixo das estimativas de alguns analistas, segundo Matthew DiFrisco, da Oppnenheimer, que esperava um crescimento de 7,1% e disse que os analistas esperavam, em média, elevação de 6%.

"Eles tiveram um ligeiro tropeço nos Estados Unidos", disse DiFrisco. "Eu não acredito que alguém vai mudar de forma significativa suas teses de investimento por causa de um mês", ponderou.

Apesar da fraqueza que tem afetado a demanda global, a companhia tem ganho espaço de mercado de rivais, como a segunda colocada no mercado Burger King, que agora é uma empresa privada após a compra pela 3G Capital.

O crescimento de 5,6% é "um dos maiores números no setor de fast food", disse DiFrisco.

O mercado americano, que responde por cerca de 35% da receita do McDonald"s teve alguma ajuda em outubro por conta da promoção do jogo "Monopoly" e a popularidade dos itens do menu principal.

Além disso, a companhia reportou um crescimento global nas vendas melhor do que o esperado em outubro, de 6,5% em seus restaurantes, visto que o seu menu se preços baixos e renovações nos restaurantes ajudaram a atrair mais clientes.

Na Europa, em outubro, as vendas em restaurantes abertos há até 13 meses subiram 5,8%, que responde por cerca de 40% da receita da companhia, e 5,3% na região Ásia-Pacífico, Oriente Médio e África.

A companhia citou a forte demanda na França, Reino Unido e Rússia para justificar a forte performance na Europa, enquanto o aumento das vendas no Japão, China e Austrália sustentaram a unidade Ásia-Pacífico, Oriente Médio e África.

As vendas em todo o sistema, que incluem tanto os restaurantes operados pela rede quanto as franquias, subiram 7,4%, ou 7,8% em moeda corrente, no mês passado.

Fonte: Terra, www.terra.com.br