Vendas no varejo têm queda de 0,3% após 7 meses

Na comparação com outubro de 2007, as vendas aumentaram 10,1%.

Após sete meses consecutivos de crescimento, as vendas no comércio varejista registraram queda de 0,3% em outubro em relação a setembro, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio do IBGE.

Na comparação com outubro de 2007, as vendas aumentaram 10,1%. No ano, o varejo acumula alta de 10,4% e em 12 meses, de 10,3%.

Na série com ajuste sazonal, segundo a pesquisa, das dez atividades pesquisadas, somente três registraram crescimento: livros, jornais, revistas e papelaria (3,6%); equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (1,4%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (0,2%).

Os desempenhos foram negativos, na comparação com setembro, nas atividades de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (-0,1%); hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0,2%); móveis e eletrodomésticos (-0,9%); combustíveis e lubrificantes (-1,1%); material de construção (-1,9%); tecidos, vestuário e calçados (-4,4%); e veículos e motos, partes e peças (-19,9%).

Também nesta terça-feira (16), a Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) divulgou os números relativos a outubro. O comércio varejista da região metropolitana de São Paulo apresentou em outubro queda no faturamento real de 6,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior, segundo Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista.

A redução das vendas acontece após 30 meses consecutivos de alta. Nos dez primeiros meses do ano, as vendas acumuladas apresentaram evolução de 4%. Mesmo com os efeitos da crise financeira global afetando o varejo, a partir do último trimestre, a entidade estima que as vendas cresçam 3% neste ano sobre 2007.

Fonte: g1, www.g1.com.br