Viagens no feriado de 1º de maio devem movimentar R$ 2,5 bilhões

A projeção foi feita com base em dados como gasto médio das pessoas e a frequência de viagens em feriados nacionais.

As viagens dentro do país deverão movimentar R$ 2,58 bilhões no feriado de 1º de maio, Dia do Trabalho. A expectativa é do Ministério do Turismo que, com base em estudo da Fundação Getulio Vargas (FGV), estima que 1,51 milhão de turistas se desloquem pelo país no fim de semana prolongado.

Image title

A projeção foi feita com base em dados como gasto médio das pessoas e a frequência de viagens em feriados nacionais. Foram considerados deslocamentos por avião, ônibus, navio e carro. Entre os estados que mais devem arrecadar estão São Paulo (R$ 315,2 milhões), Rio Grande do Sul (R$ 270,6 milhões) e Bahia (R$ 171,5 milhões).

A estimativa é que essas três unidades da federação recebam, respectivamente, 286 mil turistas, 122 mil e 115 mil.Para o ministro do Turismo, Henrique Alves, a ocasião é uma oportunidade para as pessoas conhecerem melhor o próprio país mas, também, para o setor faturar gerando novos negócios e empregos.

“Quando há um feriadão, as pessoas viajam. Então é muito importante tentarmos conquistar esse mercado e aproveitar esse período para, em um ano atípico como este, desenvolver o turismo interno. Porque há muito brasileiro que não conhece o país e que pode aqui mesmo encontrar coisas belíssimas”, disse Alves.

Ele destacou que as estimativas podem ser superadas caso estados e municípios façam um bom trabalho ao se promoverem como destino turístico.De acordo com o boletim mensal que monitora a intenção de viagem em sete capitais do país, 70,9% dos entrevistados que pretendem passear pelos próximos seis meses em algum lugar do Brasil.

Fonte: Agência Brasil