VW lança versão intermediária da picape Amarok

Opção Trendline é vendida por preços a partir de R$ 102.990.

A Volkswagen vai comercializar, a partir de setembro, uma nova versão da picape média Amarok. Chamada de Trendline, ela traz configuração inferior em relação a topo de linha Highline. A estratégia da fabricante alemã é disponibilizar itens tecnológicos e de segurança com preço competitivo, a partir de R$ 102.990. Mesmo assim, o preço não é muito diferente da Highline, que custa R$ 119.490.

De série, a Amarok Trendline vem equipada com piloto automático e display multifuncional, ar-condicionado, direção hidráulica, travamento, espelhos retrovisores com acionamento elétrico e antena integrada. O sistema de sonorização tem quatro alto-falantes e dois tweteer e rádio CD/MP3, single DIN, com entradas para SD Card, USB e Bluetooth.

Entre os diferenciais estéticos estão o novo pacote de itens externos pintados na cor do veículo, formado pelas carcaças dos retrovisores, maçanetas, molduras da caixa de roda e parachoque dianteiro. Os frisos são cromados e o parachoque traseiro é self color, misturando preto e a cor do veículo. Os pneus são 245/65 e rodas de liga-leve aro 17.

O pacote de conforto interno do modelo traz também bancos dianteiros com ajustes de altura e com revestimento em tecido tear Trail, na cor cinza. Seguindo essa linha de acabamento, os paineis de porta com porta-objetos receberam aplicações em tecido. O modelo traz ainda alças de apoio nas colunas A e B, descansa-braço central com porta-objetos, maçanetas cromadas e quadro de instrumentos com aros cromados.





A picape conta ainda com airbags para o motorista e o passageiro dianteiro, cintos com pré-tensores nos bancos dianteiros, programa EBD ? Distribuidor Eletrônico da Força de Frenagem - e siste,a de freios ABS com programação específica para off-road. Outros itens de segurança são o alarme keyless e do sistema de imobilizador.

Como opcionais, a Volkswagen disponibiliza na versão Trendline acabamento em couro dos bancos, volantes, painéis de portas e alavancas de câmbio e freio; rádio RCD 510, com MP3 e SD card, CD changer para seis CDs e tela sensível ao toque (touch screen); sistema de segurança ESP (Sistema Eletrônico de Estabilidade); e travamento manual do diferencial traseiro.

A Amarok (que significa lobo) vem equipada o novo propulsor 2.0 TDI com dois turbocompressores segue a nova onda de motores menores, com alto desempenho. São 163 cv de potência e 40,7 kgfm de torque, que já estão disponíveis a 1.500 rpm, uma performance à altura das versões concorrentes. A picape chega a velocidade máxima de 181 km/h e acelera de 0 a 100 km/h em 11,1 segundos. No Brasil, o modelo começou a ser comercializada no final de maio deste ano, apenas na versão Highline.

Fonte: g1, www.g1.com.br