Ecoturismo incentiva economia local e se destaca com grande potencial no PI

Ecoturismo incentiva economia local e se destaca com grande potencial no PI

O setor do turismo de aventura está valorizado em todo o país. No Piauí, municípios como Luís Correia, Pedro II e Sete Cidades têm grande potencial

A prática do ecoturismo vem ganhando muitos adeptos em todo o país. É uma atividade que valoriza o contato com a natureza, além de conscientizar as pessoas quanto à preservação ambiental.

Esta prática tem movimentado, desde 2009, de acordo com a Associação Brasileira de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), cerca de 5,4 milhões de turistas e o Piauí também é rota para estas aventuras em cidades como Luís Correia, Pedro II, Sete Cidades e Amarante.

De acordo com empresário do setor, Igor Lira, os turistas desta área procuram sempre belas paisagens para seu deleite, mas, sobretudo, é também um estímulo à sustentabilidade local. A pesquisa da Abeta também aponta que em 2009 o gasto médio chegou a R$ 293,00, ou seja, 165% maior em relação ao ano anterior.

O Piauí agrega variadas opções para os adeptos aos parques ambientais, artesanato ou praias. O Delta do Rio Parnaíba forma um arquipélago de mais de 80 ilhas, que é um dos passeios mais famosos do país.

No entanto, tanto população quanto setor empresarial ressentem-se de que a modalidade é pouco amparada, em comparação com o turismo convencional.

Segundo Igor Lira, ao contrário do turismo convencional, o ecoturismo tem a possibilidade de destacar pontos turísticos, produtos locais e belezas naturais. No caso do ramo de Igor, ele destaca que demonstra o processo de origem artesanal da cachaça, estrutura centenária preservada.

A pesquisa também identificou que os turistas desse segmento estão gastando bem mais no país. O ecoturismo já virou uma tendência entre os estrangeiros, principalmente os que desconhecem as atividades econômicas com base nos recursos sustentáveis. Conhecer trilhas, praticar esportes ao ar livre e também aprender sobre os valores culturais são boas alternativas de passeio.

Fonte: Sarah Fontenele