Prestes a desabar, chaminé ameaça moradores da VIla Paz, afirma Edson Melo

Prestes a desabar, chaminé ameaça moradores da VIla Paz, afirma Edson Melo

Edson Melo afirmou que Vila da Paz será transformada em ponto turístico de Teresina

As pessoas que moram na Vila da Paz, região ocupada há 27 anos na zona Sul de Teresina, temem que uma antiga chaminé caia sobre as casas e pessoas. A enorme estrutura, com 60 metros de altura, corre risco de desabar pela ação das chuvas, que tem sua base enfraquecida ano após ano, pela ação das chuvas. Um laudo sobre a chaminé já foi feito e garante que a estrutura apresenta riscos à população.

O superintendente da SDU-Sul, o vereador Edson Melo, disse que conhece a região e que a providência a ser tomada é a demolição da chaminé. "Ela não pode ficar lá, pois apresenta riscos à população. Soube que tem quem diga até que a chaminé é mal-assombrada", disse Edson Melo. Ele se comprometeu a visitar a vila na segunda-feira, para falar sobre a chaminé e do projeto de reformulação da vila.

Ponto Turístico

Edson Melo falou hoje de um projeto que existe desde a gestão de Silvio Mendes, para transformar a Vila da Paz em algo semelhante ao Parque Lagoas do Norte, e fazer da vila um ponto turístico da capital, com estruturas para lazer e prática de esportes. "O grande problema do projeto é que ele desapropria muitas casas", disse.

A obra foi orçada em R$ 53 milhões, com recursos já aprovados pela Caixa Econômica Federal, e deve ser concluída em três anos. Edson Melo contou que há 10 dias iniciou um trabalho social para apresentar a proposta às mais de 2000 famílias que moram lá. "Vamos conversar com a população, tentar "vender" o projeto a eles e tentar adaptar para satisfazer as pessoas", declarou o vereador. Segundo ele, quase 600 dessas famílias vivem em situação de risco.

Fonte: Andrê Nascimento