Fifa recomenda candidatura colombiana à Copa de 2026

Em visita à Colômbia nesta quarta-feira para conferir as preparações para o Mundial Sub-20 de 2011

O continente sul-americano parece ter ganho notoriedade junto à Fifa. Em visita à Colômbia nesta quarta-feira para conferir as preparações para o Mundial Sub-20 de 2011, o vice-presidente da entidade máxima do futebol, Jack Warner, afirmou que o país pode seguir o exemplo do Brasil e sediar uma Copa do Mundo na próxima década.

"Usem todas essas obras como preparação para o Mundial de 2026. No ano de 2014 a sede é o Brasil, mas 12 anos depois o Campeonato Mundial voltará à América do Sul. Penso que este deve ser um bom começo para que a Colômbia se candidate como sede do Mundial de 2026", afirmou o dirigente, em entrevista coletiva.

A Copa do Mundo deveria ter sido disputada no país em 1986, mas problemas econômicos graves impediram a realização da competição. A Fifa chegou a oferecer o Mundial ao Brasil, mas o então presidente José Sarney recusou. Desta forma, pela segunda vez, o evento foi sediado pelo México.

Na última vez que a Colômbia recebeu um evento da Fifa, a situação no país chegou a gerar dúvidas quanto à sua realização. Em 2001, a onda de violência e atentados causados por grupos guerrilheiros de esquerda e paramilitares geraram temor quanto à segurança das seleções para a disputa da Copa América.

"Em 1986, houve um erro, e tomara que seja corrigido em 2026. Que este seja o começo para o primeiro Mundial na Colômbia", continuou Jack Warner, que aprovou o avanço feito nas instalações que serão utilizadas para a competição sub-20 no próximo ano. O dirigente da Fifa não escondeu a empolgação com a situação na Colômbia.

"(As sedes causaram) uma excelente impressão da Colômbia como sede de eventos esportivos futebolísticos, em especial pela segurança do país. Quero parabenizar toda a Colômbia sinceramente. Me sinto como um colombiano", complementou o vice-presidente da entidade máxima do futebol.

Fonte: Terra