'Ela já esqueceu meu filho antes', diz mãe de bebê morto em carro no Rio

Menino de 2 anos morreu após ficar cerca de duas horas em carro fechado. Polícia investiga se houve negligência de motorista de transporte escolar.

 "Ela já esqueceu meu filho antes", acusou a mãe do pequeno Gabriel de Oliveira, de 2 anos, encontrado morto dentro de um carro de transporte escolar no Rio de Janeiro. "Uma vez ela teve a cara de pau de falar: 'Seu filho é um amor, seu filho é muito bonzinho. Então, eu prefiro entregar todas as crianças primeiro, e deixo seu filho por último'. Só que dessa vez ela não entregou", completou, revoltada, Carla Martins de Oliveira.   

A Polícia Civil do Rio está investigando se a condutora do transporte escolar, identificada como Cláudia Vidal da Silva, estava no exercício ilegal da profissão e se cometeu o crime de abandono de incapaz, com resultado morte.


"Ela contou que estava a caminho da creche dele, para leva-lo, como faz diariamente, que ela teve um mal súbito e encostou o carro e desmaiou por cerca de 1 hora e meia. E após acordar e retomar a consciência, infelizmente, o Gabriel já estava em complicações, certamente já sofrendo de alguma convulsão", contou o delegado Gustavo Castro, que investiga o caso.

Os agentes tentam encontrar imagens de câmeras de segurança do local onde o carro ficou parado.

Se a investigação constatar que houve negligência, Cláudia Vidal da Silva pode responder pelo crime de homicídio.

Fonte: Globo.com