‘Ele estava desesperado, com água na cintura’, diz mulher de policial morto

Julio sofreu um mal súbito dentro de seu carro, um Celta, onde foi seu corpo foi encontrado.

A dona de casa Melque Regiane Miranda, de 28 - mulher do soldado Julio Cezar Lima Barbosa, de 33 anos - contou que falou com o marido pela última vez às 5h40 desta quarta-feira. Ele estava indo para o trabalho, na UPP de Nova Brasília, quando passou pela Avenida Brasil, na altura de Irajá, que estava alagada. Meia hora depois, o telefone celular dele só dava desligado.

- Ele me ligou e estava desesperado, falando que estava com a água na cintura já. Eu só falei: ?Amor, tenta sair do carro?. Ele respondeu que tirar a farda e ia sair. Mas, depois não consegui mais falar com ele - contou emocionada a viúva.

Julio sofreu um mal súbito dentro de seu carro, um Celta, onde foi seu corpo foi encontrado. Melque suspeita que a morte tenha decorrido do nervosismo com a chuva. A dona de casa contou ainda que a arma do militar não foi encontrada. O enterro do soldado será hoje, no cemitério de Itaguaí.


?Ele estava desesperado, com água na cintura?, diz mulher de PM morto em carro ilhado

Fonte: Extra