Eleições do Sindserm continua sem data definida

A eleição estaria marcada para o próximo dia 22, mas segundo Ana Brito, que também faz parte da diretoria atual do sindicato, o processo está sob judi

Estiveram participando na tarde de terça-feira (18), no telejornal Agora, da Rede Meio Norte, representantes da Chapa 22, do Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais (Sindserm) para esclarecer sobre possíveis irregularidades que possam estar acontecendo nas eleições do Sindicato. A eleição estaria marcada para o próximo dia 22, mas segundo Ana Brito, que também faz parte da diretoria atual do sindicato, o processo está sob judicie e ainda não se tem uma data definida para eleições.

A chapa formalizou junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) denúncias de fraudes e falta de lisura do pleito das eleições do sindicato. O questionamento acontece em relação a comissão eleitoral.

?Questionamos a comissão eleitoral porque é estatutária que a comissão tenha que se reunir com os representantes de chapas?, diz Ana Brito afirmando que isso não aconteceu e que a própria listagem de votantes não foi disponibilizada para as chapas concorrentes.

Outra denúncia feita pela Chapa é que a comissão eleitoral também deu informação não verdadeira ao TRE quando este enviou ofício perguntando se todas as pendências estavam resolvidas e a comissão respondeu positivamente. ?As pendências não estão resolvidas, o processo eleitoral está judicializado devido a denúncias de irregularidades?, diz Ana Brito. Segundo ela depois que soube que ainda haviam pendências o TRE suspendeu a distribuição das urnas eleitorais.

?Queremos a destituição desta comissão que está aí, pois ela trabalha em prol de uma só chapa, queremos uma eleição imediata sim, mas não pautada em fraude e sim um processo democrático?, finalizou Ana Brito.

Fonte: Portal MN