Curitiba vai para o segundo turno com Leprevost e Greca

Greca já administrou a cidade entre 1993 e 1996.

O engenheiro e ex-ministro Rafael Greca (PMN), 60, e o ex-radialista Ney Leprevost (PSD), 42, irão disputar o segundo turno na eleição municipal de Curitiba. Com isso, o advogado e atual prefeito, Gustavo Fruet (PDT), perdeu a chance de comandar a capital paranaense por mais quatro anos.

Em pesquisa do Ibope divulgada no sábado (1°), Greca aparecia com 35% dos votos válidos e lidera a corrida. Fruet estava em segundo, com 22%, em empate técnico com Leprevost, que tinha 17%.

Em sabatina realizada no dia 22 de setembro, Greca afirmou que já "vomitou com cheiro de pobre". "Eu nunca cuidei dos pobres, eu não sou São Francisco de Assis. Até porque a primeira vez quer tentei carregar um pobre e pôr dentro do meu carro, eu vomitei por causa do cheiro", disse ele.

Greca, que administrou a cidade entre 1993 e 1996 -- na época filiado ao PFL --, chega ao segundo turno com o apoio do governador Beto Richa (PSDB) após fracassar em 2012, quando, pelo PMDB, saiu da disputa ainda no primeiro turno.

Por sua vez, Leprevost foi vereador em Curitiba por dois mandatos e meio e secretário estadual do Esporte e Turismo do então governador Jaime Lerner, entre 1999 e 2000 --o mais jovem do país a ocupar o posto.


Fonte: Com informações do Uol