Rede Meio Norte realiza debate com candidatos a prefeito de Timon

O programa foi preparado para ser um confronto de ideias.

Atualizado às 15h35

4º bloco - considerações finais


O último bloco foi marcado por considerações finais de cada candidato onde ambos agradeceram os eleitores do município e fizeram seus convites.

O candidato Alexandre Almeida pediu apoio para os timonenses que ainda estão indecisos. “Estamos chegando em um momento muito importante na nossa campanha, quero agradecer a você que tem abraçado as nossas ideias, as nossas propostas, quero dizer que o timonense é muito importante nessa caminhada. Quero que você converse com a sua família, com seus amigos, vizinhos para também abraçar a nossa bandeira, você que ainda não se decidiu eu convido você a conhecer um novo destino, uma administração diferente que seja capaz de melhorar a vida de todos investindo o recurso público que entra em Timon em políticas públicas importantes, para que a gente possa dessa forma ter um novo destino”, falou.

Alexandre Almeida pede apoio dos timonenses (Crédito: Efrém Ribeiro)
Alexandre Almeida pede apoio dos timonenses (Crédito: Efrém Ribeiro)

Já Luciano Leitoa, reforçou a vontade de continuar na gestão. “Quero agradecer de coração a todas as pessoas que foram com a gente ontem naquela grande caminhada, ver o povo alegre, animado é aquilo ali que faz com que minha responsabilidade aumente cada vez mais para o povo de Timon. Tenho feito aquilo que é possível se fazer dentro das condições que nós tínhamos, hoje temos muito mais experiência do que na época que eu entrei como prefeito , conheço bem a máquina píblica  então Timon hoje é uma cidade bem melhor de se viver, o timonense sabe do que estou falando, peço seu voto e seu apoio para juntos continuamos crescendo na cidade de Timon”, finalizou.

Atualizado às 15h

3º bloco - Internautas perguntam para os candidatos


No terceiro bloco os candidatos responderam perguntas feitas com tema livre pelos internautas através das redes sociais do Sistema Meio Norte.

O candidato Alexandre Almeida respondeu a pergunta da internauta Carolina Silva. “Até pouco tempo a ex-prefeita Socorro Waquim fazia fortes críticas a sua pessoa, dizendo inclusive que o senhor nunca fez nada por Timon. Como agora você são parceiros de campanha?”

Alexandre Almeida responde pergunta de internautas (Crédito: Efrémn Ribeiro)
Alexandre Almeida responde perguntas de internautas (Crédito: Efrém Ribeiro)

“Nós conseguimos um feito histórico na política de Timon, nos últimos 20 anos nós nunca tivemos no campo da oposição uma candidatura única, nós começamos um diálogo muito franco, quanto mais nós dividiríamos o campo de oposição mais difícil ficaria para o projeto. Eu apresentei o meu projeto do PSD, que dá a Timon um novo destino, que garante centros de esporte e lazer, o vale-futuro, uma construção de um hospital materno infantil e todos compreenderam que o nosso projeto era importante para Timon. Nós temos que ter a capacidade de unir, da mesma forma que eu tive a capacidade de unir a oposição eu quero unir a nossa cidade, para podermos juntos todos construir uma Timon que nos tanto queremos”, declarou Alexandre Almeida.

Já a internauta Sâmia Delmiro destinou sua pergunta para o atual prefeito Luciano Leitoa. “O que o senhor pretende fazer para melhorar o salário dos profissionais da saúde que vem inclusive dos concursos realizados pelo município devido a vencimentos míseros, não recebendo nem o que é seu por direito, que é a insalubridade?”.

Internautas fazem perguntas para candidatos (Crédito: Efrém Ribeiro)
Internautas fazem perguntas para candidatos (Crédito: Efrém Ribeiro)

“Nós melhoramos bastante a situação do servidor de Timon, se for perguntar nem o salário do professor, do médico, do enfermeiro é aquilo que realmente seja merecido. A gente tem uma realidade econômica para poder fazer a questão dos pagamentos de salários e muitos direitos foram conquistados, a gente tem feito aquilo que é possível fazer dentro da economia que o Brasil vive para manter a máquina pública. Eu não acho justo o salário mínimo, mas infelizmente é o que se pode fazer  e pagar, não podemos fazer com que máquina não ande da forma que ela tem que andar é difícil manter uma prefeitura como de Timon com os salários em dias, nós temos feito aquilo que é possível fazer”, respondeu Luciano.

O internauta Mário Virgilio direcionou o seu questionamento para o deputado Alexandre Almeida. “O senhor fala da questão da violência em Timon, sabendo que a responsabilidade da segurança pública dos municípios é do governo do estado, no qual a vossa senhoria passou 06 anos e em nada contribuiu. Por que cobra do prefeito uma coisa que era de seu dever?”

Como resposta, Alexandre afirmou que a segurança pública é um dever de todos e está na Constituição Federal. “Cada ente deve dar a sua contribuição, eu chegando na prefeitura quero enfrentar uma problemática que está sendo colocada de lado. De cada 10 crimes praticados em Timon, 7 a 8 são praticados por jovens entre 16 e 26 anos de idade, falta a ele esporte, lazer, cultura, geração de emprego e renda, então faltando isso para ele sobre tempo, ele vai para a esquina por curiosidade está conhecendo a droga e daí para frente ele passa a ser um dependente químico. Para ser um dependente químico ele tem que roubar, furtar e é investindo em políticas publicas de prevenção que nós iremos mudar essa história, vamos diminuir os problemas de criminalidade que nós temos hoje. O timonense sabe o quanto eu valorizo o esporte quando eu tenho oportunidade, nunca um deputado investiu tanto em cultura e esporte como eu invisto”, disse.

Já o eleitor e internauta Rodrigo Fernandes questionou o atual prefeito Luciano Leitoa sobre o problema de água na cidade. “O que o senhor pretende fazer para melhorar o abastecimento de água de Timon? Já que depois de ser privatizado, ele ficou mais caro e pior”.

Luciano Leitoa é questionado por internautas (Crédito: Efrém Ribeiro)
Luciano Leitoa é questionado por internautas (Crédito: Efrém Ribeiro)

“Quero esclarecer que não foi privatizado, foi uma concessão, é diferente um do outro. As empresas fazem um investimento e depois de 30 anos se por ventura o município quiser ficar com tudo aquilo e não renovar o contrato pode ser feito. A qualidade da água de Timon infelizmente não era boa, o município não tinha condições para fazer o investimento, todo timonense quer que a água chegue na cidade como um todo, agora eu não podia que nas minhas mãos acontecesse em Timon o que aconteceu em São Paulo, a gente vê vários riachos secos, o mundo vive uma questão hídrica, ou você controla ou vive um colapso. Eu não posso chegar em um momento como esse que eu só tinha essa saída de fazer a concessão e não fazer nada e de repente faltar água na cidade como um todo, a gente encara as coisas com responsabilidade”, afirmou.

Atualizado às 14h10

2º bloco - candidatos a vereadores perguntam para candidatos a prefeito

No segundo bloco do debate os candidatos responderam perguntas feitas por candidatos a vereadores das coligações adversárias com tema livre.

O candidato a reeleição Luciano Leitoa iniciou respondendo uma pergunta do candidato a vereador da coligação de Alexandre Almeida, Francisco Borges. “Analisando as contas do portal da transparência identificamos que esse ano o senhor fez o investimento de somente R$ 400 mil em agricultura e esse dinheiro foi usado somente para custeio, não tem nenhum projeto de produção. Ao mesmo tempo verificamos que o senhor investiu R$ 1,5 milhão com pagamento de uma empresa chamada Tecnic para acesso a internet e sabemos que a interner na nossa cidade nos órgãos públicos é muito ruim, sobretudo nas escolas. Como é que você vai priorizar a agricultura do município se os investimentos são tão baixos se comparamos com outros?”.

 Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro)
Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro)

Na sua resposta, Luciano Leitoa afirmou que a questão do desenvolvimento da zona rural envolve vários fatores na agricultura. “Volto a repetir que nós não tivemos ajuda, nós conseguimos agora dez campos agrícolas através do governo e compramos a merenda escolar. Agora recentemente o deputado Weverton Rocha colocou uma emenda de R$ 6 milhões para Timon para a gente poder fazer o asfaltamento até o povoado Santa Amélia, tivemos aquisição de máquinas para a zona rural, tivemos a doação de sementes em parceria com o governo do Estado e a zona rural de Timon. A gente sabe que tem dificuldade principalmente em projetos estruturantes. Nós temos feito aquilo que é possível fazer e a população conhece”.

Para comentar, Luciano apontou o valor do contrato feito pela prefeitura com a empresa Tecnic. “Esse é um outro contrato que chegando na prefeitura eu irei acabar, essa empresa nasceu no dia 31 de janeiro de 2013 logo após a posse do prefeito e já recebeu mais de R$ 5 milhões da prefeitura. O próprio Tribunal de Contas do Estado já emitiu um relatório reconhecendo que o valor praticado nessa empresa é três vezes maior do preço praticado no mercado. Esse contrato está sangrando os cofres públicos de Timon. Na agricultura iremos comprar trator para você homem do campo não ter que alugar trator da iniciativa privada, vamos estimular a produção, implantar sistema de abastecimento de água que não tem”, propôs.

Luciano responde pergunta de Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)
Luciano responde pergunta de Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)

Na réplica, Luciano afirmou que a defesa de Alexandre é fazer acusações a seu respeito mas ajudar Timon que é bom, ele não faz. Já Alexandre, declarou que está apenas mostrando realidade.

Em seguida, o candidato Alexandre Almeida respondeu a pergunta do candidato Uilma Rezende, da coligação de Luciano Leitoa. “Quando o senhor foi presidente da comissão de orçamentos na Assembleia Legislativa o senhor votou contra a emenda do deputado Luciano Leitoa no valor de R$ 15 milhões para a construção da Estação de Tratamento de Água, por que o senhor votou contra?”.

Alexandre afirmou que o candidato que o questionou não está falando a verdade, visto que, na época o deputado tinha o valor de R$ 2,5 milhões de recursos para aprovar na Comissão de Orçamento. “Esse valor que o candidato faz menção nunca existiu porque ele extrapolou a cota que um deputado tem direito de aprovar na Assembleia. Eu como presidente da comissão até busquei junto com os colegas, mas existe uma pactuação entre todos os deputados para que esse valor que é previamente acordado seja mantido, por isso eu não votei contra esse valor que o candidato fala”.

 Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)
Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)

Como comentário, Luciano Leitoa declarou que Alexandre Almeida se aproveita das pessoas na maneira que lhe convém. “Aprendi na minha vida a ser leal com quem é leal com a gente , mas o senhor tem essa mania de aproveitar das pessoas só quando elas lhe interessam. Referente a questão da emenda que você negou está lá no diário oficial da Assembleia negada pelo senhor o valor de R$ 15 milhões , você era presidente da comissão de orçamentos, tinha força para isso, mas infelizmente não quis ajudar Timon naquele momento”, destacou.

Na réplica, Alexandre Almeida apontou que sempre foi amigo dos seus amigos e que o candidato não estava falando a verdade com relação as emendas. “O político tem que ter perfil, caráter, postura, não pode dançar de acordo com a música”, finalizou Luciano Leitoa.

Em seguida, o candidato a vereador José Carlos Assunção destinou sua pergunta ao candidato Alexandre Almeida. “Ao longo do seu mandato você teve direito a R$ 28 milhões de emenda, mas Timon não recebeu nenhum dinheiro, no entanto o senhor mandou para outros municípios que você não teve um voto e Timon lhe deu muitos votos e não recebemos nada. Por que você fez isso?”

Na resposta, Alexandre Almeida destacou que essa é uma mentira implantada pelo grupo do candidato Luciano Leitoa. “Disseram que eu tinha destinado emendas para municípios que eu nunca recebi um voto, isso é de fato uma mentira. Eu inclusive fiz um ofício para a Secretaria de Planejamento do Estado que é responsável pela liberação dos recursos e a secretaria ja me deu uma resposta me confirmando que não tem nenhum recurso destinado para municípios que eu não fui votado, inclusive o autor dessa mentira que é servidor público ligado ao candidato, já entrei com uma ação contra ele para pagar pelas consequências de ficar plantando mentiras contra minha pessoa. Eu tenho muita satisfação de dizer que a primeira escola de musica de Timon é fruto de um trabalho que eu consegui a partir da liberação de recursos no estado, o primeiro video monitoramento nas principais vias para fazer um trabalho de enfrentamento a violência também é fruto de recurso meu, na segurança nós conseguimos ampliar e reformar o 11º batalhão da policia militar, todas as obras que o governo tem feito praticamente são recursos do BNDES que eu votei a favor que o candidato quando deputado votou contra”, falou.

Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)
Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)

O candidato a vereador Ferdinan CN Motos questionou Luciano Leitoa sobre a saúde da cidade. “Sabemos que saúde é uma questão de prioridade e você abandonou a saúde de Timon, as pessoas tem que arrumar um endereço em Teresina e mentir para ser atendido na capital. Como você tem coragem de pedir voto para os timonenses?”

“O Hospital da Dr. Fatima não foi reaberto não foi porque eu não quis, foi porque faltou apoio e volto a colocar apoio do próprio deputado Alexandre, a questão da pessoas que tinham que mentir sobre o endereço porque infelizmente no governo passado houve uma briga entre o secretário de saúde do estado do Maranhão e o secretário de Teresina e isso foi cancelado de certa forma. A relação foi quebrada, fiz uma audiência, discutimos, mas as pessoas tinham que omitir justamente pela relação que antes não tinha. Nós regularizamos a questão do tratamento oncológico e a saúde como um todo é complexo, tem que melhorar e vamos melhorar mais”, disse.

Atualizado às 13h40

1º bloco - Candidato pergunta para candidato


No primeiro bloco do debate candidato pergunta para candidato. Nos estúdios se encontram três advogados indicados pela OAB, Dr. Luis Eduardo de Miranda Meneses, Leide Tatiane Alencar e Cristiane Monteles da Costa vão julgar quando necessário o direito de resposta solicitado pelo candidato.


Debate com os candidatos a prefeitura de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)
Debate com os candidatos a prefeitura de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)

O primeiro a dar início as perguntas foi o candidato Luciano Leitoa, que questionou o deputado sobre como ele via a questão fundiária do município. Em resposta, Alexandre Almeida afirmou que essa questão é um dos grandes problemas da cidade. “Essa foi sua proposta há quatro anos atrás, você falou de resolver isso de maneira que a solução passa primeiro pela regulação de loteamentos que foram feitos no passado e nunca foram regularizados. Eu entendo que você eleitor que trabalhou muito para ter o direito de comprar sua casa seu terreno não pode ficar a vida toda sem o documento que garante propriedade. Iremos fazer um diálogo muito franco com o cartório do registro de imóveis, da mesma forma iremos chamar a corregedoria do Tribunal de Justiça buscando parceria com o Ministério das Cidades porque nós temos um bom trânsito para resolver esse problema que é muito grande na vida de milhares de timonenses. Há quatro anos o timonense esperava que essa história não acontecesse mais e depois de quatro anos o candidato a prefeito não resolveu e continua deixando pais de famílias com medo de acordar porque não tem o documento do seu imóvel, da sua casa do terreno na insegurança jurídica. Essa realidade precisa mudar”, declarou.

Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro)
Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro)

Na réplica, Luciano afirmou que a questão da regularização dos locais de ocupação já teve início e que hoje todas as ocupações da cidade estão sendo regularizadas. “Já foram mais de 1500 famílias com seus terrenos regularizados, não se faz do dia para noite, é todo um trabalho para que isso possa ser feito de forma correta. Logo logo toda a cidade estará com sua regularização feita”, respondeu.

Em seguida, Alexandre Almeida questionou Luciano sobre quanto de emenda o atual prefeito destinou para a cidade quando era deputado estadual.

“Teve várias emendas que eu coloquei quando o senhor era presidente da comissão de orçamento e o senhor rejeitou, você sabe muito bem a realidade. O cidadão timonense sabe que não existe obra fruto de emenda do deputado Alexandre. Me refiro a emendas diferente de recursos do BNDES, de 28 milhões que o senhor teve direito não colocou nada cidade, eu tenho andado, perguntado para pessoas o que você colocou, o senhor tem 12 anos de vida pública e nada foi feito por Timon”, falou Luciano.

Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)
Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)

Imediatamente, Alexandre alfinetou. “Engraçado que ele não respondeu a minha pergunta, não respondeu porque ele não destinou um centavo para a prefeitura de Timon, a emenda para o projeto Mãos Dadas foi aprovada porém quando ele foi chamado para ver qual queria priorizar, ele priorizou a emenda que destinava recursos para a ‘Fundação Cidadania’. Até o parque empresarial que eu consegui com muita luta, o candidato na época fez um video institucional dizendo que tinha sido ele, ou seja, tenho a tranquilidade de tudo que fiz como deputado”, declarou.

Na sua tréplica, Luciano afirmo que Alexandre não consegue resolver nada, e que só aparece em período eleitoral. “O deputado consegue tudo mas não resolve nada, o senhor era presidente da comissão de orçamento, tem direito a emendas, ele não colocou as suas emendas para consertar uma rua da cidade. Agora ele diz que trouxe tudo para o município. Quando chega o período eleitoral ele resolve ficar na cidade, a população sabe disso. A população não é boba e conhece os políticos do nosso município”, respondeu. 

Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro)
Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro)

Na segunda rodada do primeiro bloco, candidato continua perguntando para candidato com temas livres. Quem deu início as perguntas foi o deputado Alexandre Almeida que questionou Luciano Leitoa sobre a privatização da empresa de água de Timon: “Candidato, você acha justo o valor que hoje é cobrado da tarifa de água no município de Timon, sendo mais cara que Teresina, Fortaleza, Caxias?”.

Em resposta, Luciano afirmou que o que não foi feito na cidade não foi por falta de vontade, foi por falta de ajuda de deputados como Alexandre. “Foi um compromisso que não foi possível porque nos faltou recursos, agora com o governo Flávio Dino nós vamos ter o recurso que nos faltou e que o senhor não nos ajudou com o governo que você era aliado. No momento que as coisas vão se ajustando ainda existe toda uma adaptação eu não poderia permitir era que a população de Timon ficasse sem água, só tínhamos esse caminho, o senhor mesmo negou uma emenda de R$ 15 milhões que eu coloquei para poder fazer uma estação de tratamento de água, a concessão era a única alternativa. Onde você estava durante esse período que agora vem com tantas propostas, tantas promessas para ajudar a cidade?”.

Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)
Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)

Na réplica, Alexandre Almeida declarou que Luciano confunde o mandato de deputado com o de prefeito. “Quem deve estar presente diariamente em Timon é o prefeito, o deputado tem que estar em São Luís trabalhando, buscando recursos como eu fiz. Eu quero ser prefeito para fazer diferente. Quanto a água ele nunca responde, fala de uma emenda de R$ 15 milhões quando o deputado tem direito a apenas R$ 3 milhões de emenda, que contradição. Você sabia timonense que todo ano agora está garantido o aumento da tarifa de água porque o prefeito assinou um contrato?”, questionou o deputado.

“Não use a água de forma eleitoreira, eu não poderia deixar de passar a oportunidade nas minhas mãos de fazer uma concessão e resolver o problema da água, a empresa que está hoje no município investiu  R$ 26 milhões de reais, não faça propagandas eleitoreiras, a nossa cidade não pode ser motivo de chacota. Temos que ter a responsabilidade com a cidade”, apontou Luciano Leitoa na sua tréplica.

Debate com os candidatos a prefeitura de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)
Debate com os candidatos a prefeitura de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)
Debate é mediado pela jornalista Maia Veloso (Crédito: Efrém Ribeiro)
Debate é mediado pela jornalista Maia Veloso (Crédito: Efrém Ribeiro)
Debate com os candidatos a prefeitura de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)
Debate com os candidatos a prefeitura de Timon (Crédito: Efrém Ribeiro)


Atualizado às 12h50

Luciano Leitoa chega para debate da Rede Meio Norte e diz que quer construir Hospital de Urgência de Timon

O candidato a reeleição para prefeitura de Timon (MA), Luciano Leitoa, chegou para o debate da Rede Meio Norte que ocorre a partir das 13h mediado pela jornalista Maia Veloso. Antes de começar o confronto ele apertou a mão do seu adversário, o candidato do PSD, Alexandre Almeida, e afirmou em tom de brincadeira que está com medo de Alexandre já que ele está com camisa branca, que é a cor de sua campanha. Já Almeida disse que Luciano vai ser seu eleitor e foi surpreendido com uma resposta positiva mas Leitoa afirmou que vai votar nele para sua reeleição como deputado e não para prefeito.

Ele disse que sua expectativa para o debate é muito boa, e vai apresentar as propostas de continuidade das principais obras que começou na sua primeira administração continuando as ações que tem implementado nas áreas da saúde, educação e áreas sociais. “A expectativa é de continuidade”, declarou Luciano Leitoa.

O prefeito de Timon disse que a obra que quer enfatizar e que vai realizar em sua eventual segunda gestão é a construção do Hospital de Urgência de Timon em parceria com o Governo do Estado. “A questão da saúde é muito importante para o nosso município”, afirmou o candidato adiantando que também quer concluir a reforma das escolas estaduais e municipais também em parceria com o governo. Ele prometeu fazer obras de mobilidade como asfaltamento da avenida Perimetral, da avenida Parnarama e continuidade da avenida Piauí.

"A experiência que eu tenho nos meus quatro anos vai me orientar a fazer melhor em uma segunda administração porque a gente sabe onde foi melhor, onde foi mais deficitário e ja conhecendo bem o governo a gente pode fazer os encaminhamentos mais corretos nessa segunda oportunidade se assim o povo decidir", declarou.

 Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro)
Luciano Leitoa (Crédito: Efrém Ribeiro)


Alexandre Almeida chega para debate e propõe pagamento de bolsa de R$ 500 para jovens trabalhadores

O candidato do PSD à prefeitura de Timon-MA, Alexandre Almeida, foi o primeiro a chegar para o debate que a Rede Meio Norte promove com ele e com o prefeito da cidade, Luciano Leitoa, PSB, candidato à reeleição. O debate será mediado pela jornalista Maia Veloso.

Alexandre disse que sua expectativa é de que o debate promova as discussões das ideias e das propostas de cada candidato. Ele afirmou que na área de Saúde quer apresentar sua proposta de construção do Hospital Materno Infantil de Timon e de redução de 30% da tarifa da água e de esgotos, além de exigir uma água de qualidade para população timonense.

Na área da Juventude, Alexandre Almeida disse que vai propor um programa para qualificar a mão de obra jovem, e logo em seguida colocar essa mão de obra jovem qualificada no mercado de trabalho, pagando uma bolsa de R$ 500 (quinhentos reais) durante os primeiros meses, visando dar ao jovem a primeira experiência profissional.

Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)
Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)


Rede Meio Norte realiza debate entre candidatos a prefeitura de Timon

Nesta quinta-feira (08/09), a Rede Meio Norte realiza o debate com os candidatos a prefeitura de Timon (MA), Luciano Leitoa do PSB e Alexandre Almeida, do PSD, onde os gestores poderão explanar suas propostas e ideias em um confronto de perguntas feitas pela produção e entre si.

Luciano Leitoa ao lado de Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)
Luciano Leitoa ao lado de Alexandre Almeida (Crédito: Efrém Ribeiro)
Fonte: Portal Meio Norte