Em Brasília, tenente dá voz de prisão a funcionário da TAM após perder voo

Ele e a mulher se atrasaram por causa de troca de portão de embarque. Casal diz ter sido alvo de chacota; funcionário afirma que foi agredido.

Um tenente da Aeronáutica deu voz de prisão a um funcionário da TAM na manhã desta segunda-feira (29) depois de se atrasar e encontrar os portões para embarque fechados no Aeroporto Internacional de Brasília. Ele estava acompanhado da mulher e afirma que o homem fez chacota da situação deles. O funcionário nega e diz que foi agredido pelo casal.

O caso é investigado pela Polícia Civil. Em depoimento prestado à corporação, o casal conta que aguardava o embarque no portão 29 e só foi avisado da transferência para o portão 19 ao pedir informações no balcão. O tenente e a mulher embarcariam para Curitiba (PR).

Os dois foram os únicos dos 163 passageiros a não embarcar no voo. Em nota, a TAM afirma que o funcionário agiu conforme as orientações da empresa e declarou que ele não será punido.

Procurada para entrevista, a Força Aérea Brasileira disse que ainda não tinha sido oficialmente informada sobre o caso. Por isso, afirmou, não podia comentar o assunto.

A Polícia Federal chegou a dar suporte, depois de ser acionada pela administração do aeroporto. Os envolvidos foram ouvidos na 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul) e liberados em seguida.

Fonte: G1