Em cinco anos, SUS sofre desvios de mais de R$ 500 milhões, diz Folha

Além dos devios na aplicação de recursos, há casos de equipamentos doados

Cerca de R$ 502 milhões de recursos públicos do SUS (Sistema Único de Saúde) foram aplicados irregularmente por prefeituras, governos e instituições públicas e particulares em um período de cinco anos, segundo denúncio do jornal Folha de S. Paulo deste domingo. Em um dos casos destacados, em um único dia, um paciente "conseguiu ser atendido" 201 vezes em uma clínica de Água Branca, no Piauí, com o valor de todas essas consultas cobradas pelo sistema. O mesmo local cobrou, ainda, tratamento em nome de mortos.

Além dos devios na aplicação de recursos, há casos de equipamentos doados e não encontrados, cobranças indevidas, problemas em licitação e prestação de contas, suspeitas de fraudes e favorecimentos. Com o valor desviado, por exemplo, poderiam ser construídas 227 novas UPAs (unidades de pronto atendimento) ou, ainda, 1.228 novas UBS (unidades básicas de saúde). Das 1.339 auditorias analisadas pela Folha, 113 têm o ressarcimento calculado em mais de R$ 1 milhão cada.

Para o Ministério da Saúde, a soma das irregularidades das auditorias pode ser ainda maior, devido a novos relatórios complementares dos últimos meses.

Fonte: Terra, www.terra.com.br