Em sábado de "rolezinhos" já marcados, parques da cidade de São Paulo têm rotina normal

Em sábado de "rolezinhos" já marcados, parques da cidade de São Paulo têm rotina normal

Ibirapuera e Carmo estavam na lista de encontros deste sábado (18). Três carros da Guarda Civil Metropolitana acompanham movimento.

Os "rolezinhos" marcados neste sábado (18) para os parques Ibirapuera e do Carmo não alteraram as rotinas dessas áreas de lazer. A presença dos jovens nesses espaços ficou abaixo do esperado nas páginas dos eventos, convocados pelo Facebook.

O "rolezinho" marcado para o Parque do Ibirapuera reuniu pouco mais de 40 adolescentes, a maioria de bairros distantes da Zona Sul de São Paulo, como Capão Redondo e Jardim Miriam. Cerca de três mil pessoas tinham confirmado presença no evento na página do Facebook.

A opção pelo Parque do Ibirapuera foi a segurança, de acordo com um dos seus organizadores, o jovem Plínio Camilo Diniz, de 17 anos, conhecido como Alemão. ?No parque, não acontece aquela bagunça que tem em shopping. Aqui, é muito grande, é um lugar público, não podem nos proibir de frequentar, como tem acontecido em shoppping?, afirmou.

O objetivo do ?rolezinho? no parque, no entanto, não difere dos que são marcados para os centros de compra. ?A gente vem pra conhecer pessoas novas, se divertir, dar uns beijos na boca. Às vezes rola; às vezes, bate uma timidez?, revela, deixando transparecer uma ponta insegurança que acompanha todo adolescente. Segundo ele, nos próximos dias deverá ser marcado um "rolezinho" para o Parque Villa Lobos, na Zona Oeste da capital.

Com um "cacife" de cinco mil seguidores em sua página do Facebook, Alemão era um dos "atrativos" que levaram algumas meninas ao ?rolezinho? do Parque do Ibirapuera. Letícia Ferreira, de 16 anos, e Beatriz Santos, de 15 anos, admitiram que foram ao parque para conhecer o organizador do "rolezinho". ?Ele são famosos. A gente vem para conhecer os garotos que têm muitos seguidores (no Facebook). O Alemão tem cinco mil?, disse Letícia.

As duas amigas aprovaram o "rolezinho" no parque, onde, segundo elas, costumam ir com alguma frequência nos finais de semana. ?No parque é mais aberto, mais bonito, tem mais segurança. O shopping fica mais ?muvucado??, afirmou Beatriz.

Família

A promotora de vendas Débora Greice dos Santos, de 33 anos, e o irmão, o bancário Márcio Aurélio dos Santos, de 37 anos, trouxeram os filhos para o Parque do Carmo, na Zona Leste, mesmo sabendo da possibilidade do encontro de jovens, que já provocou tumulto no Shopping Metrô-Itaquera, no sábado (11).

?Eu vi o que aconteceu no Shopping Itaquera e fiquei com medo. A gente combinou que se visse alguma coisa a gente voltaria para casa?, disse Débora, mãe de Marina, de 2 anos, e Melissa, de 6. ?A Zona Leste tem pouco incentivo para os jovens, mas tem algumas atividades que dá para aproveitar, como vir ao parque e até ir mesmo ao shopping. Mas fazer tumulto não é por aí?, afirmou o bancário.

A agente de negócios Érika da Silva Ferreira, de 26 anos, que é moradora do Jardim Vitória, na região de São Mateus, trouxe o filho Eduardo, de 7 anos, para soltar pipa no parque.

?Eu não sabia [da convocação para o rolezinho desta tarde]. Se soubesse, nem teria vindo. O estilo deles não é muito para família. Quando a gente sai com criança não dá para arriscar?, disse. A tia dela presenciou o tumulto no shopping Metrô-Itaquera. ?Fiquei preocupada porque 50% deles saem para brinca e 50% para fazer bagunça. Então entra a polícia no meio e fica muito complicado?, observou.

A costureira Mônica Pereira dos Santos, de 31 anos, trouxe os quatro filhos de 1 a 11 anos para passear e também não sabia da convocação para o rolezinho no Parque do Carmo.

?Eu vi o rolezinho no jornal e acho que tem muito vandalismo. Se eu soubesse não teria vindo por causa das crianças?, afirmou. Para controlar a confusão nos shoppings em dias de rolezinhos, ela acredita que é preciso reforçar a segurança. ?Não dá para fazer uma barreira na porta e selecionar apenas pela roupa. Quem vê cara, não vê coração. Alguém mal vestido pode querer só passear no shopping, enquanto um arrumadinho pode estar lá só para fazer bagunça.?


Em sábado de

Em sábado de

Em sábado de

Em sábado de

Em sábado de

Fonte: G1