Em vídeo, major recebe voz de prisão de estudante em protesto

Depois da divulgação dos vídeos, a Polícia Militar afastou o major e outros PMs envolvidos na denúncia de flagrante forjado

Um vídeo publicado no Youtube pode complicar a situação de um policial militar do Rio de Janeiro que atuou nos protestos de professores na última semana. O major Fabio Pinto, do 5º BPM (Praça da Harmonia), aparece recebendo voz de prisão de uma estagiária de Direito por abuso de autoridade. Ele também foi visto nas imagens de uma suspeita de flagrante forjado durante uma manifestação no Centro jogando spray de pimenta em professores.

Depois da divulgação dos vídeos, a Polícia Militar afastou o major e outros PMs envolvidos na denúncia de flagrante forjado e abriu uma sindicância. Conforme as imagens postas pelo Coletivo Mariachi, Fabio Pinta discute com a estagiária próximo à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e ameaça prendê-la por desacato à autoridade.

?O advogado não exerce o papel dele só na delegacia?, diz a mulher, quando o major grita: ?abaixa o dedo para falar comigo senão te prendo por desacato?. Logo a seguir, a estagiária diz que está exercendo sua função e dá voz de prisão a ele. ?O senhor abaixa o dedo para falar comigo senão eu lhe dou voz de prisão por abuso de autoridade?, afirma ela.

Fonte: Terra