Empresa investirá R$ 15 bi no PI para produzir energia renovável

Na etapa atual da obra estão sendo gerados 1.700 empregos diretos

Nos próximos dois anos, o Piauí deve receber um investimento de R$ 15 bilhões na produção de energias renováveis. A injeção dos recursos foi reafirmada em reunião na tarde de quinta-feira (3), no Palácio de Karnak, entre o governador Wellington Dias e representantes da Enel Green Power, maior operadora de energias renováveis do mundo. A empresa, que já atua nos estados da Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte, está implantando em Ribeira do Piauí, o projeto Nova Olinda II, que quando concluído deverá se tornar o maior parque de energia solar do mundo, com capacidade para gerar 400 megawatts de energia. Na etapa atual da obra estão sendo gerados 1.700 empregos diretos.

Image title

O governador Wellington Dias ressaltou a importância do investimento para a economia da região. "As pessoas que alugam casa, se hospedam, compram combustível, usam comunicação, compram alimentos, alugam veículos, fretam transporte, tudo resulta em crescimento econômico, geração de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e ISS (Imposto Sobre Serviços). É retorno certo em receita para o estado e municípios", explicou.

A reunião foi acompanhada pelo secretário  de Estado da Mineração, Petróleo e Energias Renováveis, Luís Coêlho, o secretário de Planejamento, Antonio Neto, a diretora executiva de atração de investimentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet), Lucile Moura, e ainda pelo deputado federal Paes Landim.

O diretor de desenvolvimento de novos negócios da Enel, Marcio Tranning, ressaltou a disposição da empresa em iniciar o quanto antes outro projeto, o Lagoa do Barro, instalado no município de mesmo nome no sul do Piauí, que prevê a geração de 620 megawatts de energia, com investimento estimado em US$ 1,5 milhão por cada kilowatt.

O governador determinou à equipe a adoção das medidas necessárias para agilizar o andamento do projeto. "Acertamos as condições de ter todo o acompanhamento de nossa equipe, inclusive com a implementação de uma política de incentivo fiscal, para que eles possam comprar o que for possível de material dentro do próprio Piauí", pontuou Dias.

O Piauí é o 3º maior estado produtor de energia solar e o 4º maior em produção de energia eólica no Brasil. O governador Wellington Dias deve visitar, na próxima semana, o projeto Nova Olinda II. Em dezembro, a Enel Green Power participará de um leilão do Ministério de Minas e Energia, onde pretende arrematar mais um lote de exploração de energias eólica e solar no Piauí.

Fonte: Com informações do Portal do Governo