Empresário é vítima de sequestro relâmpago no ES e libertado no RJ

Três homens armados abordaram o empresário na Rodovia Safra, no Sul

Um empresário de Cachoeiro de Itapemirim, na região Sul do Espírito Santo, foi vítima de um sequestro relâmpago em Marataízes, na mesma região, na tarde desta quinta-feira (10). Segundo o empresário, ele seguia de carro pela Rodovia Safra, quando foi cercado por outro veículo, onde estavam três homens armados. Anselmo Eller disse que ficou refém dos criminosos por mais de uma hora e foi libertado em São Francisco de Itabapoana, no Rio de Janeiro. A polícia ainda perseguiu os suspeitos, mas não não conseguiu prender ninguém e recuperar o carro roubado.

De acordo com os policiais, Anselmo tentou desviar dos criminosos, mas acabou rendido. Um dos suspeitos fugiu no carro do empresário, que foi forçado a entrar no outro veículo com os outros dois homens. Um motorista que passava pela rodovia viu a ação e chamou a polícia. Os militares iniciaram uma perseguição policial ainda na Rodovia Safra. Os criminosos entraram em uma estrada que dá acesso ao interior de Marataízes e Presidente Kennedy. A vítima contou que ficou no banco de trás do carro, sob a mira de uma arma.

Os suspeitos abandonaram o empresário uma hora depois, já no estado do Rio de Janeiro. Anselmo foi deixado em um canavial. Ele relatou que conseguiu ajuda com um caminhoneiro, que passava pelo local, e o levou até a delegacia mais próxima.

O caso é o segundo sequestro relâmpago em Marataízes, somente nesta semana. Na noite da terça-feira (8), no bairro Santa Rita II, um comerciante de 42 anos foi vítima de criminosos quando chegava em casa. Segundo a polícia, além de objetos roubados, a vítima ficou por quatro horas sob a ação dos dois criminosos que o abordaram.

O comerciante estava de carro quando foi rendido pelos suspeitos. Os criminosos entraram na residência e, de lá, levaram R$ 10 mil, um notebook, celular e joias. Ainda de acordo a polícia, a vítima foi obrigada a entrar novamente no veículo e foi libertada próximo a divisa de Marataízes com Presidente Kennedy. O carro foi encontrado, com os objetos roubados, mas os suspeitos não foram encontrados.

Fonte: G1