Empresário que matou menino de um ano tinha 170 pontos na carteira

Já tinha sido condenado por homicídio culposo por outro acidente.

Um menino de um ano e quatro meses foi morto após ser atropelado por um homem em Contagem, na região de Belo Horizonte. Após investigação da polícia foi constatado que o empresário tinha quase 170 pontos na carteira. O homem que foi identificado como Alcimar Teixeira Batista, de  48 anos, responde a outros processos na Justiça por causas semelhantes.

Image title


Segundo informações, ele estava com a carteira de habilitação suspensa por excesso de pontuação. No ano de 2009 ele já tinha sido condenado por homicídio culposo por ter provocado a morte de uma mulher. Ela estava na garupa de uma moto aquática quando ele fez uma manobra perigosa, ela caiu e morreu afogada. Ele fugiu do local sem prestar socorro e se apresentou depois, foi condenado a um ano de prisão mas o julgamento foi anulado.

Quatro dias depois de matar David o empresário compareceu até a delegacia, prestou depoimento e foi liberado. No local ele negou que estivesse sob efeito de bebidas alcoólicas mas policiais afirmaram que depois do acidente ele apresentava sinais de embriaguez. Alcimar alegou que perdeu o controle do veículo por conta da chuva que ocorria no momento.


Fonte: Com informações do R7