Empresário quebra braço de amante depois ela se recusar ter relação íntima com ele

John irritou-se e desferiu um chute na amante, que bateu um de seus braços na parede, quebrando-o.

Um empresário casado quebrou o pulso de sua amante ao chutá-la para fora da cama depois que ela se recusou a ter relações íntimas com ele. O homem foi condenado a 18 meses de prisão.

John Crawford Florey, de 48 anos, tinha um caso extraconjugal com a estagiária russa Olga Grigorash, de 40 anos, há quase um ano, quando ocorreu o incidente em seu apartamento alugado em Notting Hill, na cidade de Londres, Inglaterra.

Após um jantar juntos, o casal voltou para o apartamento. Chegando lá, John se despiu a fim de ter relações com a parceira, que se recusou e deitou-se, vestida, na cama.

John irritou-se e desferiu um chute na amante, que bateu um de seus braços na parede, quebrando-o.

John foi condenado a 18 meses de prisão por lesão corporal grave, e recebeu uma ordem de restrição que o proíbe de ter contato com a Olga.

Ele também teve que pagar a quantia equivalente a mais de R$ 38.000 referentes a custos judiciais, e uma compensação pela agressão.




Fonte: Gadoo