Enfermeira acusada de matar cachorro da raça yorkshire está foragida, afirma polícia

Enfermeira acusada de matar cachorro da raça yorkshire está foragida, afirma polícia

Enfermeira que agrediu cachorro, da raça yorkshire, está foragida

A enfermeira que apareceu maltratando um cachorro da raça yorkshire, em um vídeo do Youtube, está foragida. A polícia ainda não tem pistas do paradeiro da mulher.

As imagens foram feitas por um vizinho. Camila Correa aparece jogando o cachorro para o alto. Depois, ela aplica vários chutes e acerta a cabeça do animal com um balde. A violência é acompanhada pela filha de apenas dois anos.

Desde que as imagens foram parar na internet, a mulher sumiu da cidade com o marido e a filha. Na prefeitura da cidade, onde Camila trabalha, os colegas não têm notícia dela.

Segundo o delegado que investiga o caso, a advogada da enfermeira garantiu que ela vai se apresentar nos próximos dias. Foi aberto um inquérito para apurar os dois crimes.

Os protestos se espalharam rapidamente nas redes sociais, em que usuários demonstraram sua indignação com o ato. Na página pessoal da enfermeira, ela se diz uma pessoa tranquila e tenta se defender: ?Vocês não sabem o que eu passei com aquela peste?, diz ela. Em outra mensagem, ela diz que se arrependeu do que fez.

Fonte: Band