Enfermeira é  detida suspeita de ter matado 38 pacientes por achá-los ''irritantes''

Enfermeira é detida suspeita de ter matado 38 pacientes por achá-los ''irritantes''

Enfermeira é acusada de matar 38 pacientes por achá-los ''irritantes''

A enfermeira italiana Daniela Poggiali, 42, foi detida pela acusação de ter matado ao menos 38 pessoas por que elas eram "irritantes".

A Polícia de Ravenna, no nordeste da Itália, disse suspeitar que ela não gostava de tratar pacientes que precisavam de cuidado extra ou que tinham parentes intrometidos.

A enfermeira, no entanto, nega as acusações e diz estar sendo vítima de um complô.

O caso chamou a atenção da polícia após a morte de uma senhora de 78 anos, em 8 de abril. A idosa deu entrada no hospital com ferimentos leves e morreu subitamente.

Investigações apontaram que ela sofreu uma parada cardíaca após receber altas doses de potássio no sangue. Pesquisas levaram a polícia a casos similares, todos ligados ao nome de Poggiali.

Fonte: Uol