Engenheiro desaparece após sair saiu de casa para caminhada

Brandão vestia tênis, camiseta branca e uma bermuda de cor escura.

O engenheiro Renato Brandão, 54, está desaparecido desde terça-feira (13) quando saiu de sua casa, no bairro Ahú, em Curitiba, para fazer uma caminhada pela região, que é de classe média.

A família iniciou uma campanha para espalhar cartazes sobre o caso e desencadeou uma mobilização pela internet junto a amigos e parentes na tentativa de encontrar pistas que possam levar ao engenheiro, que dividia uma rotina entre o trabalho feito num escritório montado na própria casa e caminhadas semanais. Ele saiu apenas com a chave de casa.

Brandão vestia tênis, camiseta branca e uma bermuda de cor escura quando saiu de casa. Ele mede aproximadamente 1,70m, tem pele morena, cabelos pretos e grisalhos.

A família já comunicou a ocorrência à polícia. Antes, também fez contatos com o IML da capital do Estado e com amigos, mas nenhuma informação nova foi descoberta.

A Delegacia de Vigilância e Capturas está encarregada de investigar o caso. Qualquer informação pode ser repassada para o número da delegacia (41) 3322 1653 e (41) 3322 1457.

"Meu tio sempre foi uma pessoa completamente tranquila e organizada. Não tinha inimigos ou dívidas", afirmou ao UOL Notícias a sobrinha dele, a arquiteta e urbanista Diana Wittkowski. "Sempre foi um cara supertranquilo, além de ter sido a pessoa que me inspirou na carreira."

De acordo com Diana, até o momento a família não recebeu nenhuma informação sobre o paradeiro de Brandão. "Mas a gente percebeu que a campanha na imprensa e na internet tem gerado muitas manifestações de pessoas prestando apoio no país e no mundo", disse a sobrinha.

Surgiram rumores de que Brandão possa ter desaparecido na região do Bosque do Papa, um parque público localizado em área nobre da cidade e que se caracteriza por apresentar intensa vegetação e trilhas no meio das árvores. Mas os familiares disseram que não confirmam essa informação.

Fonte: UOL