Enquanto Neymar ganha carro de R$ 310 mil, jogador do Fla anda com um de R$ 85 mil

Enquanto Neymar ganha carro de R$ 310 mil, jogador do Fla anda com um de R$ 85 mil

O Veloster provavelmente é o modelo mais simples no estacionamento dos titulares do Flamengo

No futebol, nem tudo é o que parece. Um pênalti claro às vezes é apenas uma simulação bem feita e um impedimento clamoroso cai por terra no primeiro tira-teima. No mundo dos automóveis, a história se repete. E um bom exemplo disso é o Hyundai Veloster que Willians acaba de estacionar em sua garagem, seu novo brinquedo. Ao contrário do que o nome pode sugerir, o cupê médio não é um prodígio de esportividade: o motor 1.6 tem alegados 140 cavalos (há quem afirme que é menos) para mover o carro de 1.255 quilos.

Se Joel Santana quiser pegar o Veloster de seu pupilo para dar uma voltinha, provavelmente ficará contrariado ? no banco traseiro, há espaço apenas para duas pessoas. Portanto, nada de três cabeças de área atrás... Fabricado na Coreia do Sul, o Veloster faz do visual o maior apelo de marketing. Não por acaso, a Hyundai repetiu à exaustão nos anúncios a história de que o carro é único a ter uma porta do lado esquerdo e duas da direita. Quem fala o que quer, ouve o que não quer: a Volkswagen contra-atacou, ironizando que a velha Kombi é assim há anos...

O Veloster provavelmente é o modelo mais simples no estacionamento dos titulares do Flamengo. E talvez o mais barato: seus preços variam de R$ 75 mil a R$ 85 mil, dependendo, entre outros equipamentos, de câmbio manual ou automático e teto solar. Diante das nuvens negras que cobrem a Gávea, é melhor dispensar tal acessório...

Fonte: Extra