Entidade gay quer direito de resposta na revista Veja por artigo "homofóbico"

Militância pede que revista Veja dê direito de resposta sobre "artigo homofóbico" de J.R Guzzo.

A Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) não deixou passar em branco o artigo homofóbico ?Parada gay, cabra e espinafre?, publicado pela revista ?Veja? nesta semana, e enviou ofício à redação da publicação pedindo direito de resposta.

No ofício enviado na última segunda-feira, 12 de novembro, ao diretor da redação da revista, a entidade lembra que o artigo ?é profundamente ofensivo e desrespeitoso em relação à população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), ferindo inclusive o Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros?.



Segundo a ABGLT, o pedido já está sendo analisado pelo departamento jurídico da revista. Confira a mensagem da ABGLT:

Nota Oficial da ABGLT sobre o artigo ?Parada gay, cabra e espinafre?

Prezado Senhor,

A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais ? ABGLT (CNPJ 00.442.235/0001-33) ? fundada em 31 de janeiro de 1995, é uma entidade de abrangência nacional ? sediada em Curitiba ? atualmente com 257 organizações afiliadas e tem como objetivo a defesa e promoção da cidadania desses segmentos da população. A ABGLT também é atuante internacionalmente e tem status consultivo junto ao Conselho Econômico e Social da Organização das Nações Unidas.

Neste sentido, consideramos que o artigo intitulado ?Parada gay, cabra e espinafre? publicado na edição da revista Veja data 14 de novembro de 2012 (p.118-120) é profundamente ofensivo e desrespeitoso em relação à população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), ferindo inclusive o Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros.

Assim sendo, vimos por meio deste solicitar o direito de resposta.

Na expectativa de sermos atendidos, despedimo-nos,

Atenciosamente,

Toni Reis

Fonte: Mix Brasil