Definido novo trajeto da Parada Gay em Teresina

Inicialmente, a proposta do Grupo Matizes previa a inserção da Avenida Frei Serafim

19/08/2011 - 17:17
Parada Gay em Teresina
Parada Gay em Teresina
Foto: Divulgação

Com o intermédio do Ministério Público do Estado, o Grupo Matizes e a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans) definiram o novo trajeto que receberá a 10ª edição da Parada da Diversidade de Teresina. A Avenida Raul Lopes foi o percurso escolhido durante a reunião realizada nesta sexta-feira (19), no Núcleo da Fazenda Pública.

Inicialmente, a proposta do Grupo Matizes previa a inserção da Avenida Frei Serafim no trajeto da Parada. Após as colocações da Strans e em respeito aos possíveis transtornos que poderiam acarretar este percurso, o Grupo Matizes e a Superintendência traçaram um trajeto alternativo e de grande visibilidade.

“Entramos em um consenso para garantir total segurança ao público que for prestigiar esta grande festa em prol do respeito à diversidade. Somos um movimento democrático, sem espaço pra intransigência. Esperamos a participação de cerca de 50 mil pessoas, a exemplo do sucesso das edições anteriores”, comenta Carmem Lúcia, coordenadora do Grupo Matizes.

Segundo Marinalva Santava, organizadora da 10ª Parada da Diversidade, no dia 26 de agosto, a concentração para o evento iniciará a partir das 16h, em frente ao edifício Euro Business, localizado na Avenida Raul Lopes, zona Leste de Teresina. “Por voltas das 17h, seguiremos pela mesma avenida rumo à rotatória da Universidade Federal do Piauí e regressaremos até a Ponte Estaiada, onde o público será agraciado com diversos shows musicais”, explica Marinalva Santana.

De acordo com Alzenir Potro, superintendente da Strans, apenas uma das vias da Avenida Raul Lopes será fechada para a realização do evento. “Responsabilizaremos-nos por toda a sinalização da área em que acontecerá o evento, inclusive, na outra via da Avenida, que estará livre para o trânsito”, esclarece.

A Parada da Diversidade integra a programação da sétima edição da Semana do Orgulho de Ser que promove na capital piauiense, de 21 a 26 de agosto, uma série de discussões sobre cidadania, respeito, direitos, combate a homofobia, dentre outras atividades.

FONTE: Assessoria

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ver mais+

DEIXE SEU COMENTÁRIO

voltar para o topo