Entre as 5 particulares, Piauí se destaca com três na média do Enem

Entre as 100 melhores escolas, o Piauí ganha destaque com cinco.

Entre as cinco particulares, Piauí tem três escolas entre as melhores

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na manhã desta terça-feira (4) as notas por escola da edição do ano passado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2015). Foram divulgadas as notas de 1.212.908 estudantes de 14.998 escolas – o critério de divulgação inclui todas as escolas em que pelo menos 50% dos estudantes matriculados no terceiro ano do ensino médio participaram do Enem 2015.

Entre as cinco particulares com as melhores médias de desempenho do país, quatro estão no Nordeste. Três são piauienses: Instituto Educacional São José - Unidade Mocambinho; Instituto Dom Barreto e Educandário Santa Maria Goretti, todos em Teresina, respectivamente o primeiro, segundo e quarto com as melhores médias. Também no Nordeste, está o Colégio Antares Pré-Vestibular, em Fortaleza, o terceiro com a melhor média na prova. Em Campo Grande, com a quinta melho média em redação, está o Colégio Bionatus II.

Ao todo, foram divulgados os resultados de 14.998 escolas, que são aquelas nas quais pelo menos a metade dos alunos do terceiro ano participou do Enem 2015 e esse número equivale a pelo menos dez estudantes. No país, são 25.777 escolas com alunos matriculados no 3º ano do ensino médio regular.

Entre as 100 melhores escolas no ranking geral,  Piauí ganha destaque com cinco, que são elas: 

7º - Instituto Dom Barreto - média 717,82

29º - Educandário Santa Maria Goretti - média 692,72

36º - CEV Colégio Unidade Jockey - média 689,53

39º - Colégio Lerote LTDA - média 687,70

66º - Centro Educacional Objetivo LTDA - média 673,85

Entre as 10 melhores na redação, Piauí tem quatro: Escola do Mocambinho fica com a melhor nota

As notas da prova de redação do Enem 2015 revelaram uma potência nordestina na disciplina, muito importante na composição final do resultado de cada aluno. Dentre as dez melhores escolas, as duas primeiras ficam em Teresina e a terceira, em Fortaleza. Todas as dez escolas com a nota mais alta são privadas, e quatro delas ficam na capital piauiense.

A melhor média na redação do Enem 2015 foi do Instituto Educacional São José, unidade Mocambinho, em Teresina. A escola obteve 920 pontos de 1.000 possíveis. Kerena Campelo, coordenadora de redação, ficou emocionada com o desempenho de seus alunos. Ela atribui o sucesso à importância dada a escrita desde o ensino fundamental.

“A gente já conseguiu bons resultados, mas nunca esperávamos ser os primeiros. Nossos alunos têm oficinas de redação durante o ensino médio, além de aula extra no contra turno. No ensino fundamental trabalhamos muito o texto, a nota da redação é baseada em duas correções. A primeira vez o aluno entrega e a segunda, refaz de acordo com as correções da professora”, explicou Kerena Campelo.

A escola também oferece atendimento individualizado durantes oficinas. Segundo Kerena, os monitores corrigem a redação junto com o aluno, analisando as competências que foram cumpridas. Depois, as dificuldades que apareceram individualmente são passadas para o professor que desenvolve a aula coletiva em função desse feedback.

“Com o novo Enem, a cada ano vamos modificando a forma de preparar. Enfatizamos a questão da correção, para não ser superficial. O aluno precisa compreender o que errou e melhorar para a hora da prova de verdade. Não maquiamos o resultado”, ressaltou.

De acordo com a diretora geral do Instituto Dom Barreto, Estela Rangel, o resultado é fruto da dedicação de alunos e professores. 

"Aumenta a nossa responsabilidade e é uma alegria pelo esforço que foi coroado, de certa forma os alunos se esforçam muito, tem uma carga horária longa, os professores são muito responsáveis. Então, é um resultado de equipe”, disse a diretora no Agora. 

Diretora geral do Instituto Dom Barreto, Estela Rangel (Crédito: Reprodução)
Diretora geral do Instituto Dom Barreto, Estela Rangel (Crédito: Reprodução)


Já a professora Rosimara, proprietária da Escola São José, destacou que o resultado de hoje é uma glória para a escola e ressaltou a importância do planejamento para que a escola atingisse esse objetivo.

"Hoje é um dia de glória para a escola, dia em que a gente ultrapassa todas as nossas metas. O segredo esta no compromisso sério, objetivos alinhados com toda a equipe da escola, muito trabalho e um planejamento muito organizado para a gente chegar nesse resultado”, disse a professora.

Proprietária da Escola São José (Crédito: Reprodução)
Proprietária da Escola São José (Crédito: Reprodução)

Uma das alunas da escola São José, que obteve 980 na redação do Enem, destacou do orgulho de participar de um trabalho conjunto que agora está sendo reconhecido no país inteiro. 

"O trabalho conjunto da escola com os professores foi muito importante para essa média e eu estou muito orgulhosa e feliz e motivo de orgulho saber que um trabalho conjunto esteja sendo reconhecido em nível nacional”, disse. 

Fonte: Com informações do G1