Escola do Piauí é campeã em gincana de destaque no BR

O CMEI Vila Pantanal II disputou com outros 35 projetos e ficou entre os seis melhores na competição

O Centro Municipal de Educação Infantil Vila Pantanal II, localizado na zona norte da cidade, ficou entre os seis melhores na competição Gincana Comunitária 2012.

Disputando com mais 35 projetos de todo o país, a ação da escola municipal foi premiada por um Instituto ligado a uma grande rede de lojas do país e garantiu um cheque de R$ 10 mil.


Escola do Piauí é campeã em gincana de destaque nacional

O concurso analisou a contribuição dos voluntários do Instituto nas organizações sociais parceiras em projetos que incorporaram, de maneira criativa, o tema do meio ambiente.

O CMEI foi um dos vencedores na categoria Ação na Comunidade, com o projeto Construindo Consciência Ecológica, que envolve meio ambiente, arte e integração. O projeto da escola contemplou especialmente as exigências de inovação, multiplicação, utilização do lixo e saberes da comunidade.

De acordo com a diretora do Centro, Raimunda Soares, a escola promove, desde 2011, diversas atividades voltadas para a conscientização ambiental, além das aulas de meio ambiente, as crianças já se envolveram em ações de arborização, reciclagem e até ajudaram a construir um parque de pneus e um jardim suspenso, que deu à escola o prêmio.

?Para a construção do jardim suspenso, contamos com a colaboração da comunidade e de outros voluntários. Para redecorar o parque infantil da escola, a equipe utilizou garrafas pet que serviram de suporte para variadas mudas de plantas.


Escola do Piauí é campeã em gincana de destaque nacional

Enquanto as mães cortavam, os próprios alunos pintavam as garrafas, que logo foram coladas no muro, formando o jardim suspenso?, comenta Raimunda Soares ao frisar que com o valor do prêmio, o CMEI vai ganhar uma sala de leitura equipada com recurso multimídia.

O momento de integração dos alunos e demais voluntários resultou em uma área colorida e educativa. A diretora conta que as crianças observam o crescimento das plantas e ajudam no cuidado com elas.

?Como elas fizeram parte do processo, sentem que são responsáveis pelo jardim, por isso regam, não destroem, acabam cuidando do patrimônio da escola de forma geral?, comenta. Para ela, os projetos bem-sucedidos são construídos pela vontade de oferecer uma educação pública de qualidade.

Em São Paulo, durante a apresentação dos trabalhos, Raimunda contou com o auxílio dos voluntários para mostrar a ação a um júri técnico e especialistas em educação infantil.

Um dos pontos que receberam destaque foi o dos benefícios das ações ambientais para a educação das crianças. A contribuição dos voluntários nesse processo também ajudou para a premiação.

Fonte: Aline Damasceno