Escolas estaduais atrasam no encerramento do ano letivo

De acordo com a SEDUC o atraso tem sido anual, devido as escolas não seguirem plenamente o calendário elaborado e proposto pela Seduc e também por conta de reformas e reparos na estrutura das escolas

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA TERÇA-FEIRA (16) DO JORNAL MEIO NORTE

O mês de dezembro significa férias escolares para os estudantes no Brasil. No entanto, essa regra não se aplica para alguns estudantes da rede estadual de ensino de Teresina, que até o momento se encontram em plena atividade nas salas de aula.

De acordo com a Diretora de Gestão da Secretaria de Estado da Educação e Cultura do Piauí (SEDUC), Eldina Rocha, o atraso tem sido anual, devido as escolas não seguirem plenamente o calendário elaborado e proposto pela Seduc e também por conta de reformas e reparos na estrutura das escolas.

“Esse atraso ocorre todos os anos, porque a Seduc lança uma proposta de calendário, que a deste ano estava marcado para encerrar no dia 20 de dezembro. Algumas escolas sentiram a necessidade de estender as aulas, para que as atividades sejam concluídos da melhor maneira possível. Mas esse calendário é apenas uma proposta e pode ser adequado de acordo com a realidade de cada escola. Além disso, as ocorrências de reformas ou reparos contribuíram também para o atraso. Mas isso não atrapalhará os alunos”, garante Eldina Rocha.

Segundo o Diretor de Engenharia da Seduc, José Renato Barreto, das 300 escolas que passaram por reforma ou reparos, 30 já foram concluídas e 20 escolas tiveram os contratos rescindidos, por não terem iniciado a obra e as demais ainda estão em andamento, sem previsão de conclusão.

Repórter:  Márcia Gabriele

Clique e curta Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Márcia Gabriele