Escolas serão equipadas com câmeras de segurança no PI

O objetivo é inibir ação de vândalos e bandidos, já que as escolas estão sendo vítimas constantes

A instalação de câmeras de videomonitoramento nas escolas tem se tornado popular. Em Teresina, devido ao crescente número de assaltos registrados contra escola municipais, a Prefeitura também vai aderir à medida. Essa semana, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) lançou um Pregão Presencial para contratação de empresa especializada no sistema de vigilância eletrônica com monitoramento à distância.

A proposta inclui ainda apoio de viatura 24 horas, vigilância física e patrimonial. O objetivo é intimidar e coibir a ação de vândalos que visualizam a escola como alvo fácil para furtos dos equipamentos. O novo modelo de vigilância reforça as ações que já vinham sendo implantadas pela Semec, somando com as câmeras de monitoramento on-line.

De acordo com a Prodater - Empresa Teresinense de Processamento de Dados -, responsável pelo monitoramento dos equipamentos de vigilância, serão cerca de 400 geradores que agem com os monitores, capazes de armazenar vídeos com trocas semanais. O processo já é aprovado no sistema de Saúde da capital e agora seguirá para as demais áreas, abastecendo o banco de dados da Prefeitura.

Os equipamentos visam garantir a segurança das unidades escolares, já que a maioria das escolas estão sendo vítimas de assaltos e arrombamentos, problemas que preocupam trabalhadores da educação e estudantes.

Além da implantação de câmeras nesse ambiente, que tem ganhado cada vez mais adeptos dentro e fora do universo escolar, outras medidas estão sendo tomadas pela gestão municipal para reforçar a segurança em todas as zonas da cidade, como a parceria com o Governo do Estado, que garante mais policiamento nos arredores das escolas.

Fonte: Aline Damasceno