"Escrevo toda noite para minha filha", diz P. Lages

"Escrevo toda noite para minha filha", diz P. Lages

“A última carta que escrevi foi ontem à noite, onde eu pedi desculpas a minha filha por tudo que foi feito com o corpo dela

No dia 25 de agosto de 2011 a estudante de Direito, Fernanda Lages foi encontrada morta no prédio do Ministério Público Federal (MPF) na Avenida João XXIII. Quase um ano após a morte da estudante nenhum resultado foi revelado à família e a sociedade pela Polícia Federal que cuida das investigações da morte de Fernanda Lages. Mas recentemente o corpo da estudante foi levado a Brasília para exames cadavéricos.

O corpo da estudante retornou à Teresina na manhã dessa sexta (08) e seguiu viagem para Barras onde foi sepultado. O meionorte.com conversou com o pai da estudante, Paulo Lages que afirmou escrever cartas para a filha todas as noites desde sua morte, ?A última carta que escrevi foi ontem à noite, onde eu pedi desculpas a minha filha por tudo que foi feito com o corpo dela, depois de 110 dias longe, só recebemos os ossos e pela demora na resolução desse crime?, disse Lages.

Segundo o pai da estudante sua fé é o principal fator de suporte para enfrentar essa demora no resultado do inquérito, a família acredita que foi homicídio. ?A geste está conseguindo suportar essa dor através de nossa fé em Deus, é o que nos alimenta, queremos ma resposta assim como a sociedade?, finalizou Paulo Lages.

Fonte: Waldelúcio Barbosa