Especialização tem inscrições prorrogadas até sexta-feira

A pós-graduação, de carga horária correspondente a 465 horas, vai disponibilizar 400 vagas, distribuídas nos três polos da Universidade Federal do Piauí

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA (26) DO JORNAL MEIO NORTE

As inscrições para o curso de Especialização em Educação, Pobreza e Desigualdade Social, tiveram início no dia 10 deste mês com prazo final marcado para a última sexta, 21, foram prorrogadas até esta sexta-feira, 28. Têm sido feitas exclusivamente online, através do site da Universidade Federal do Piauí (UFPI).

A pós-graduação, de carga horária correspondente a 465 horas, vai disponibilizar 400 vagas, distribuídas nos três polos da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Teresina com 200 vagas, Floriano 100 e Parnaíba 100. Tem o objetivo de formar, em nível de especialização, profissionais da educação básica e outros profissionais envolvidos com políticas sociais, que estabeleçam relações com a educação, no intuito de atender crianças e jovens assistidos pelo Programa Federal Bolsa Família.

De acordo com Rosalina Gomes da Silva, coordenadora administrativa da especialização, garante que a especialização visa melhorias de trabalho a professores da rede pública, que ministram aulas a crianças e jovens em situação de pobreza e desestabilidade familiar.

A especialização pretende formar profissionais da educação básica, para que estes possam trabalhar melhor com esses alunos, que são crianças e jovens, geralmente, de extrema pobreza e com base familiar desestruturada. E o curso possibilita a esses educadores, compreender melhor o perfil social e psicológico deste aluno. Buscando a inclusão.

Repórter: Márcia Gabriele

Clique e curta o Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Márcia Gabriele