Sinalização é desrespeitada no centro de Teresina

Sinalização é desrespeitada no centro de Teresina

Para disfarçar, motoristas permanecem parados dentro do carro com o pisca alerta ligado.

Veículo parado junto à calçada, distância correta, carro bem posicionado. Estaria tudo bem se, a poucos metros, não houvesse uma placa advertindo que, naquele trecho, o estacionamento é proibido, sendo permitidas apenas as paradas para embarque e desembarque.

Esse é o cenário observado no calçadão da Rua Álvaro Mendes, no centro de Teresina. Lá, os motoristas estão utilizando uma tática curiosa: estacionam em local proibido e, para tentar fugir de multas caso agentes de trânsito apareçam, eles permanecem no carro, com o pisca alerta ligado.

A intenção é clara: afirmar, caso o agente chegue, que a parada é apenas temporária. Dessa forma, a fila de carros é constante, atrapalhando a circulação de pedestres e de outros veículos. A prática é irregular, mesmo com a presença do motorista no carro.

O Código Brasileiro de Trânsito (CTB) diz que se o veículo fica imobilizado por tempo superior ao necessário para embarque ou desembarque de passageiros, configurase o estacionamento. Quem trabalha no local garante: a prática é comum principalmente no meio da semana.

?A fila toma praticamente toda a Rua Álvaro Mendes, desde a esquina da mesma com a Rua Barroso até a esquina com a Rua 13 de Maio. Isso tem atrapalhado a circulação das pessoas por aqui?, disse um vendedor ambulante que trabalha na região.

Quem passa pelo cruzamento das Ruas Álvaro Mendes e Simplício Mendes diariamente já acostumou-se com essa situação. Na manhã de ontem (03), o centro apresentava movimentação calma, mas diversos flagras de estacionamento irregular foram feitos pela reportagem do JMN.

Apesar da rotineira fiscalização que ocorre no local, não foi percebida a presença de agentes de trânsito da Strans.

Fonte: Dowglas Lima