Estado de brasileiras ainda é delicado após acidente em circo

Estado de brasileiras ainda é delicado após acidente em circo

Dois dias depois do acidente, investigadores suspeitam que o rompimento de um gancho metálico pode ser a causa.

As três acrobatas brasileiras feridas após a queda durante um espetáculo no circo Ringling Bros, no estado americano de Rhode Island, passam melhor nesta terça-feira. No entanto, duas delas, Dayana Costa e Stefany Neves, continuam em estado crítico, de acordo com seus familiares. Dois dias depois do acidente, investigadores suspeitam que o rompimento de um gancho metálico pode ser a causa.

O estado de Stefany Neves é delicado, segundo sua irmã, Renata. A bailarina que participava do número Candelabro Humano fraturou os dois calcanhares, um dos fêmures e uma costela. A costela perfurou o fígado e causou uma hemorragia interna. Ela passará por mais uma cirurgia no fêmur. A mãe e o irmão de Stefany já viajaram para os Estados Unidos e devem chegar ainda hoje em Rhode Island.

Dayana Costa também continua internada em estado crítico. O primo da acrobata, Gustavo Torres, disse ao GLOBO que ela ainda não acordou, mas que está se recuperando. Dayana ainda passará por uma cirurgia no cotovelo e na mão.

? O acidente foi realmente bastante grave. Então, é uma situação delicada ainda ? contou Gustavo.

A dançarina Widny Alves está em melhores condições. Uma foto no perfil dela no Facebook mostra a acrobata de olhos abertos, sorrindo e fazendo um sinal de ?ok?. Widny era a acrobata de cabeça para baixo durante a apresentação e sua queda foi amortecida pelo dançarino que estava no chão. Ela teve um braço quebrado e o pescoço e parte da coluna fraturados.

O acidente ocorreu em Providence no domingo à tarde. As oito acrobatas que participavam do número, conhecido como Candelabro Humano ficaram feridas. No espetáculo, elas ficavam suspensas no ar a 12 metros de chão e penduradas pelo cabelo. A queda foi testemunhada por cerca de 3,9 mil pessoas, muitas delas crianças.

Investigação

Os investigadores suspeitam que um gancho metálico estalou pouco antes do acidente. A peça estava no topo da plataforma que sustentava as artistas, segundo informações dos bombeiros. Depois da queda, o metal foi encontrado partido em três pedaços no chão.

O Comissário de Segurança Pública de Providence, Steven Pare, chegou a dizer o gancho teria causado o acidente de domingo. No entanto, a equipe da administração federal ainda busca uma resposta final.

? Não sei se foi desgaste do metal, se ele não foi posicionada corretamente ou qualquer outra coisa ? disse Pare.

Fonte: OGlobo