Estado do Alabama, nos EUA, declara estado de emergência por mancha de óleo

Estado do Alabama, nos EUA, declara estado de emergência por mancha de óleo

Avanço do petróleo em direção ao continente ameaça ambiente e economia estadual

O governador do estado americano do Alabama, Bob Riley, declarou nesta sexta-feira (30) estado de emergência, e assinalou que o vazamento de petróleo no Golfo do México representa uma grave ameaça para o ambiente e a economia do estado.

Riley, que somou seu estado às declarações de emergência feitas previamente por Flórida e Louisiana, fez o anúncio após cancelar uma missão econômica que devia começar neste sábado na Índia.

A emergência permite que o governador ordene medidas de exceção para assegurar que todos os organismos do estado estão prontos para responder se a mancha de petróleo chegar à costa do Alabama.

- Com seus recursos naturais, suas empresas e suas comunidades litorâneas em perigo, o Alabama precisa ficar em alerta. Nossas agências estatais trabalharam com organismos federais para preparar o Alabama perante um desastre ambiental sem precedentes - disse.

Pouco antes, o governador tinha anunciado que não viajaria à Índia.

- Devido à enorme gravidade da situação que enfrentamos, permanecerei ao Alabama para garantir que nossos organismos trabalham com as agências federais e a British Petroleum (empresa responsável pelo vazamento) para resolver a emergência - afirmou.

O vazamento começou na semana passada após a explosão e afundamento de uma plataforma de extração a cerca de 70 quilômetros do litoral do estado da Louisiana.

Fonte: R7, www.r7.com