Estudante de Medicina em intercâmbio é encontrado morto em apartamento na Espanha

A reitoria da faculdade também informou que está em contato com a administração da Universidade de Lleida para acompanhar os desdobramentos do fato e que está prestando apoio à família do estudante.

Um estudante de Medicina da Universidade Federal de Viçosa (UFV), em Minas Gerais, foi encontrado morto na última quarta-feira, dentro do apartamento em que vivia, na cidade de Lleida, na Espanha. Victor Marcelino Mendes Martins de Carvalho, de 24 anos, fazia intercâmbio na cidade, pelo projeto Ciências Sem Fronteiras. Ainda não há informações sobre o que causou a morte do rapaz.

Vitor morava na Espanha desde junho de 2014, quando iniciou seu programa de intercâmbio. Em nota, a UFV lamentou a morte de Victor, que estudava no local desde 2010 e fazia parte da primeira turma de medicina da universidade. A reitoria da faculdade também informou que está em contato com a administração da Universidade de Lleida para acompanhar os desdobramentos do fato e que está prestando apoio à família do estudante.

Por meio de assessoria de imprensa, o Itamaraty informou que teve conhecimento da morte de Victor por meio das autoridades espanholas e entrou em contato com a família do brasileiro. De acordo com o órgão, ainda não há informações sobre as causas da morte do estudante, mas as investigações têm sido acompanhadas de perto. O Ministério de Relações Exteriores informou ainda que vai ajudar a família no que for preciso para conseguir a liberação do corpo, que deve ser sepultado no Brasil. O Ministério da Educação também informou que está ciente da morte do mineiro e que acompanha o caso.

No Facebook, amigos e parentes do estudante lamentaram a morte dele: “Parceiro de farras, mas também de trabalho! O sorriso e o carisma desse menino farão muita falta... É difícil falar da saudade, mas nos conforta é ter conhecido e tê-lo tido como amigo”, escreveu a colega de universidade, Larissa Moreira.




Fonte: Extra