Estudante preso em manifestação de THE vai relatar fatos no Senado

Deolindo ainda afirmou que será colocada toda a verdade à Comissão do Senado

O estudante Deolindo Moura, que foi preso durante as manifestações contra o aumento da tarifa de ônibus em Teresina, confirmou ao meionorte.com hoje(28), que vai representar o Movimento Estudantil no dia 1º de março na Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal. Segundo ele, serão relatados fatos e os excessos por parte da Polícia Militar e também dos estudantes. Além de Deolindo, representantes da Prefeitura de Teresina e do Governo do Estado, estarão presentes.

" O Senado vai querer discutir com todos nós, as atitudes e os confrontos durante os protestos nas ruas de Teresina. O resultado obtido e a importância do movimento não só para os estudantes, mas para toda a população que precisa de um transporte público melhor", disse o estudante.

Deolindo ainda afirmou que será colocada toda a verdade à Comissão do Senado que demonstrou interesse e sensibilidade sobre os acontecimentos. " Foram cenas que percorreram o mundo. Estudantes não podem ser presos. A Polícia bateu, atirou e prendeu e essa não foi a forma adequada de punir os estudantes que lutavam por seus direitos. Vamos fazer a defesa do nosso movimento", acrescentou.

Sobre as lições aprendidas com os protestos, Deolindo declarou: " Enquanto grande parte protestava por objetivos coletivos para os estudantes e a população, outros estavam no protestos com a intenção de ganhar prestígio, aparecer e conseguir mais militantes para seus partidos", finalizou.



Fonte: Marcos Moraes