Enem mobiliza cerca de 168 mil candidatos no Piauí

Apesar de intenso, o evento foi uma ótima oportunidade para os alunos terem uma revisão geral das disciplinas para as provas

Os amigos Cláudia Rebelo, de 17 anos, que disputa vaga para o curso de Enfermagem; Daiane Sousa, de 19 anos, que disputa uma vaga para Fisioterapia; e Wesley Gomes, de 19 anos, que disputa vaga em Enfermagem, foram juntos para o Intensivão que a Secretaria Estadual de Educação promoveu na quinta e sexta-feira, em um espaço de eventos em Teresina. Os três são parte dos 5.800 estudantes que assistiram às aulas com professores de todas as disciplinas cobradas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As provas serão aplicadas hoje (26) e amanhã (27) em todo o país.

Com início às 18 horas nos dois dias de revisão, as aulas encerraram apenas às 6h da manhã. Apesar de intenso, o evento foi uma ótima oportunidade para os alunos terem uma revisão geral das disciplinas para as provas. "A revisão neste momento é muito boa e as aulas que são ministradas são melhores do que as a que assistimos em nossa escola", afirmou Cláudia Rebelo.

A diretora do Núcleo de Educação Mais Saber, Lusimary Veloso, afirmou que os estudantes recebem um lanche à meia-noite. E às 6h, no final da maratona de estudos, os jovens recebem café da manhã antes de voltarem para suas casas ou irem para o trabalho.

"Os estudantes têm aulas de todas as disciplinas. Para cada professor é uma hora de aula. São estudantes das escolas públicas estaduais e municipais e das escolas privadas", afirmou Lusimary Veloso.

As aulas foram transmitidas ao vivo, via satélite, para 169 municípios piauienses. Nesses locais, os alunos ficam em salas de aula nas escolas públicas também participando do Intensivão, que é gratuito.

O objetivo do Intensivão promovido pelo governo do Piauí é aumentar a aprovação dos alunos da rede pública de ensino nas universidades e nos cursos de maior concorrência como medicina, direito e engenharias. No Piauí estão inscritos 168 mil estudantes para participar do Enem, sendo que 76 mil são em Teresina.

Portões abrem às 11h

Os portões dos mais de 15 mil locais de prova nos 1.661 municípios que receberão a edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano fecharão pontualmente às 13h do horário de Brasília. Nesse caso, no Piauí, os portões abrem às 11h e a prova começa pontualmente às 12h. Neste ano, mais de 7,1 milhões de candidatos se inscreveram para a prova do MEC em todos os estados do país.

Por causa do fuso horário no território nacional e do horário de verão, que entrou em vigor no último domingo (20), é preciso consultar o horário local para não se confundir e acabar se atrasando e perdendo o Enem. Recomenda-se aos inscritos que cheguem aos locais de prova com uma hora de antecedência.

Em Teresina, quem vai se dirigir até o local de prova por meio do transporte coletivo, deve se adiantar ainda mais. De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (Setut), não serão disponibilizados ônibus extras neste sábado e domingo.

Ainda segundo o órgão, a frota só pode ser aumentada ou diminuída se houver uma ordem de serviço da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Teresina (Strans), mas até o meio-dia de ontem (25), não havia chegado nenhuma ordem de serviço da Strans. Nesse caso, o número de ônibus circulando na capital será de um sábado e domingo qualquer.

Sobre a prova - Os candidatos poderão sair sem a prova a partir das 14h. Para levar o exame, o vestibulando tem que esperar até às 16h, no sábado, para saírem da sala. No domingo, é preciso esperar até às 17h. As provas terminam às 16h, no sábado e às 17h30, no domingo.

Nos dois dias de prova, os candidatos devem ter em mãos apenas a caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente, obrigatória para o Exame. O uso de outra cor impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas. Outros materiais, como lápis, borracha e

lapiseira deverão ser depositados na embalagem porta-objetos, que será distribuída a todos os participantes e deve ser guardada embaixo da sua carteira. Lembre-se de resgatá-la ao final da prova.



























Fonte: Aline Damasceno