EUA: Bebês negros eram usados como iscas para caçar jacarés

Prática retratada nos filmes "Alligator Bait” e “Fúria Untamed”.

O período da escravidão foi, sem dúvidas, um dos mais sombrios da história. Os negros sofreram e foram vítimas de diferentes formas de violência. Três filmes Alligator Bait” (1900) e “O ‘Gator eo pickaninny” (1900) e “Fúria Untamed” (1947) retaram histórias de bebês negros foram usados como isca de jacaré no Norte e Centro da Florida nos Estados Unidos de América. 

De acordo com estudiosos, Os caçadores de jacarés roubavam os filhos quando as mães, muitas delas escravas estavam ocupadas com seus afazeres diários. Outras eram levadas de forma brutal, tiradas da mãe e sem nenhuma piedade. Como as crianças choravam e gritavam os jacarés apareciam rápido para devorá-las, em questões de minutos os jacarés estavam sobre elas.

A revista Time, em 1923, relatou que os caçadores da cidade de Chipley, Flórida, praticavam tais atos, mas a cidade negou-o como “uma mentira boba, falsa e absurda". O termo “isca de jacaré” era comum em todo o Sul dos estados unidos, pelo menos, da década de 1860 até ao ano de 1960.

Na década de 1940 no Harlem, em New York “, isca de jacaré” aplicada aos negros de qualquer idade – particularmente aqueles que eram da Flórida.

Crianças choravam e gritavam os jacarés apareciam rápido para devorá-las
Crianças choravam e gritavam os jacarés apareciam rápido para devorá-las





Fonte: Com informações do Pensadoranonimo