Ex-Miss Brasil Débora Lyra já pergunta sobre o acidente

Débora Lyra começou a questionar tudo o que aconteceu, segundo o pai.



A Miss Brasil 2010, Débora Lyra, vítima de acidente na BR-101 em Guarapari, continua internada na UTI do hospital Unimed, em Vitória. O boletim médico divulgado nesta sexta-feira (30) informa que ela apresenta quadro estável, está lúcida e orientada, respirando sem a ajuda de aparelhos e se alimentando por via oral. Débora será submetida a exames complementares e permanecerá sob observação clínica na UTI.

De acordo com o pai, Luiz Fernando Lyra, Débora começou a perguntar sobre o acidente e a pedir informações. "Ela está questionando bastante tudo o que aconteceu no acidente. Segundo os médicos, ela está se recuperando muito bem e não vai ter sequelas após o fim da internação. Ela ainda está na UTI e só recebe visitas de familiares", contou o pai.

O namorado de Débora, Hermon Souza Lopes, também continua internado na UTI, lúcido, orientado, respirando sem a ajuda de aparelhos, mas ainda necessitando de observação clínica pelo tipo de trauma apresentado, segundo o boletim médico. O pai da ex-miss contou que Hermon, ao saber da morte da mãe, se preocupou que Débora também tivesse morrido, pois estava lúcido logo após o acidente e viu o estado em que as duas ficaram.

A amiga de Débora, Caroline Carone, que também estava no carro, passará por avaliação com o ortopedista que reavaliará o quadro dela na tarde desta sexta-feira (30) e possivelmente programará alta para o sábado, segundo o boletim médico.

O motorista da caminhonete, Roberto Vasconcelos, fraturou a tíbia direita e está com cirurgia marcada para o final da tarde desta sexta-feira (30).

Ano Novo

Quanto ao réveillon, a família vai passar com Débora, mas não haverá comemorações. A família disse que vai passar a virada em oração.

A modelo planejava passar a virada de ano em Búzios, no Rio de Janeiro. Já os demais familiares, na Praia da Costa, em Vila Velha. Mas, desta vez, eles estarão reunidos ao lado da ex-miss no hospital em que está internada, em Vitória. O pai de Débora, Luiz Fernando Lyra, disse que a família está em vigília e confiante na recuperação da ex-miss.

Colisão frontal

De acordo com a PRF, o namorado de Débora, que dirigia o Gol, perdeu o controle do veículo ao fazer uma curva na BR-101 Sul, invadiu a contramão e colidiu com o Toyota Bandeirante, que seguia no sentido contrário.

Chovia muito na hora do acidente e os dois sentidos da rodovia ficaram interditados até a retirada dos veículos. Segundo a polícia, a sogra de Débora Lyra estava no banco de trás e não usava o cinto de segurança.

Ao todo, seis pessoas ficaram feridas no acidente. A mãe do namorado de Débora morreu no local. A mulher, que tinha 55 anos, foi enterrada no final da tarde de quarta no cemitério Parque da Paz, na Ponta da Fruta, em Vila Velha. O carro no qual estava a miss bateu de frente com um Toyota Bandeirante, no qual estavam três pessoas. O condutor, de 59 anos, a passageira, de 26, e outro passageiro, de 24, também ficaram gravemente feridos.



Fonte: G1