Ex-namorado de Suzane von Richthofen, Daniel Cravinhos, se casará com filha de agente penitenciária

Cristian, irmão de Daniel, também teve participação. Na ocasião, ele tinha 27 anos, Daniel, 21 e Suzane, 19. Os três foram condenados pela Justiça em 2006.

Sentenciado a 39 anos de prisão por envolvimento nas mortes do casal Manfred e Marísia von Richthofen, Daniel Cravinhos está refazendo a vida pessoal. Ele se casará no próximo fim de semana com a auxiliar de laboratório Alyne Bento, 26 anos.

Na época do crime, em 2002, Daniel Cravinhos era namorado de Suzane von Richthofen. O duplo homicídio aconteceu na casa da família de Suzane, na zona sul de São Paulo. O casal era contra o namoro da filha com Daniel.

Cristian, irmão de Daniel, também teve participação. Na ocasião, ele tinha 27 anos, Daniel, 21 e Suzane, 19. Os três foram condenados pela Justiça em 2006.

Em maio de 2013, os irmãos tiveram a primeira saída temporária. Presos desde novembro de 2002, eles deixaram a Penitenciária PII de Tremembé, que fica a 140 km de São Paulo. Poucos meses antes, em fevereiro do mesmo ano, os irmãos Cravinhos passaram do regime fechado para o semiaberto. O bom comportamento carcerário de ambos influenciou na decisão da Justiça.

O casamento de Daniel Cravinhos acontecer durante a saída temporária de Natal. Ele ficou noivo em agosto deste ano. O momento foi registrado e as fotos postadas na página do Facebook do pai da auxiliar de laboratório.

A mãe de Alyne é agente penitenciária e também aprova a relação, segundo postagens e comentários na rede social. Os pais da jovem publicaram no Facebook várias fotos do casal. Em algumas, Daniel Cravinhos aparece ao lado de familiares da noiva.

Em uma das fotos publicadas, o pai da jovem comenta: “Nós achamos que a felicidade não existe. Olha a cara dela ao ver a faixa com o pedido de casamento do Daniel. Te amo, filha”.

Já a mãe, ao publicar uma foto ao lado do pai no dia do casamento dela, comentou: “É, pai, logo vou estar vendo seu genro na mesma posição que um dia te vi. Nossa, nunca pensei que fosse tão difícil”.






Fonte: R7