Ex-padre é preso suspeito de praticar pedofilia desde os anos 70

Ex-padre é preso suspeito de praticar pedofilia desde os anos 70

Os promotores levantaram informações de outros casos na cidade de Caçapava do Sul. O religioso teria estuprado dois garotos de 11 e 12 anos, em 2009.

Está na cadeia um ex-padre suspeito de abusar sexualmente de crianças e adolescentes no Rio Grande do Sul. João Marcos Porto Maciel, de 74 anos, conhecido como Dom Marcos, foi preso na manhã desta terça-feira (9) na cidade de Caçapava do Sul. Há relatos de que o religioso tenha praticado abusos desde a década de 70.

O Ministério Público do RS iniciou a operação Silêncio dos Inocentes após o lançamento de um livro escrito por Marcelo Ribeiro, de 49 anos, em que ele acusa Dom Marcos de tê-lo violentado há mais de 30 anos.

Os promotores levantaram informações de outros casos na cidade de Caçapava do Sul. O religioso teria estuprado dois garotos de 11 e 12 anos, em 2009. Naquele mesmo ano, ele foi expulso da Igreja Católica por se afastar da doutrina. Em 2011, também foi desligado da Igreja Anglicana pelos seus superiores, acusado de traição. Hoje, ele se apresenta como arcebispo da Igreja Veterodoxa. A abadia dessa congregação é que foi o alvo do Ministério Público.

A suspeita é que as vítimas que frequentavam o local eram abusadas. Na abadia, o religioso oferecia aulas de música a garotos carentes há mais de 14 anos. Lá, foram apreendidos computadores, mídias eletrônicas e até armas (um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12).

Fonte: r7