Diretor do filme de Lula sai da UTI, já respira sozinho e estado de saúde ainda é grave

Diretor do filme de Lula sai da UTI, já respira sozinho e estado de saúde ainda é grave

Cineasta já respira espontaneamente e não precisa de mais cirurgias

Depois de 46 dias internados na UTI do Hospital Copa D"Or, em Copacabana, na Zona Sul, o cineasta Fábio Barreto foi transferido para a unidade semi-intensiva.

De acordo com fontes do hospital, ele respira espontaneamente, mas foi levado para uma unidade especial com equipamentos de ventilação mecânica, por medidas de precaução.

Fábio Barreto, no entanto, permanece inconsciente. Ele passou por uma cirurgia no último dia 21 e recolocou a calota cerebral.

De acordo com informações de profissionais do hospital, em princípio, ele não precisará mas ser submetido a nenhuma cirurgia.

Já em janeiro, Fábio dava sinais de melhora. Em alguns momentos abre os olhos. Segundo os médicos a evolução de Fábio é satisfatória.

No dia 30 de dezembro, o cineasta foi submetido a uma tomografia computadorizada e o cateter de medição da pressão intracraniana também foi removido, em função da estabilização do quadro neurológico, ainda segundo o hospital.

Filme sobre Lula

Fábio dirigiu o filme "Lula, o filho do Brasil". Com um orçamento de R$ 12 milhões, o longa estreou no Brasil no dia 1º de janeiro. Baseado no livro homônimo de Denise Paraná, o filme retrata a infância pobre de Lula e a carreira dele como sindicalista.

Barreto também dirigiu "Índia", ?O quatrilho?, que chegou a ser indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro, e ?A paixão de Jacobina?.

Fonte: g1, www.g1.com.br