Goleiro Fábio Costa sofre grave acidente de carro no Rio; motorista morreu ainda no local

Goleiro Fábio Costa sofre grave acidente de carro no Rio; motorista morreu ainda no local

O jogador estava no banco de carona, com um amigo,

O goleiro Fábio Costa, que é vinculado ao Santos, sofreu um acidente de carro na manhã desta terça-feira, na altura do KM 516, na Rodovia Rio-Santos (BR-101), em Angra dos Reis. Ele estava no banco do carona de um veículo modelo Troller, dirigido por Fernando da Mancha de Carvalho, de 32 anos. Fernando morreu no local.

Segundo o empresário de Fábio Costa, Marcelo Goldfarb, o goleiro sofreu ferimentos nos braços, passou por exames e, ainda nesta terça, divulgará nota oficial sobre o ocorrido. Ele deve ser submetido a novos exames quando chegar a Santos, ainda nesta terça.

O vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues Filho, afirmou que o estado de saúde de Fábio Costa não é grave e que o clube prestará a ele todo auxílio que for necessário.

- O Santos vai apresentar todo apoio e tomar as devidas providências. Ele está passando por uma avaliação médica. Felizmente, não é um caso grave o do Fábio. Há uma suspeita de luxação no braço. Estamos tratando com o representante dele da vinda do Fábio para Santos. Quando chegar, daremos todo apoio necessário - disse Odílio.

O acidente teria se dado depois que um motorista de um caminhão perdeu o controle e entrou na pista contrária, onde vinham Fábio Costa e Fernando da Mancha de Carvalho.

Fábio Costa: futuro indefinido

Com contrato até o fim de 2013, o jogador não tem espaço no grupo comandado pelo técnico Muricy Ramalho, que já tem Rafael, Vladimir e Aranha para a posição. Sem amizade com a maioria dos atletas do elenco e sem clima com a diretoria, pela proximidade com Marcelo Teixeira, ex-presidente santista e desafeto do atual mandatário, Luis Alvaro Ribeiro, Fábio Costa não tem perspectivas dentro do Santos.

Sem atuar com regularidade desde 2009, quando sofreu grave lesão, o ex-camisa 1 do Peixe despertou o interesse de alguns clubes, sendo o último o Paraná Clube, mas nenhum deles seduziu o Alvinegro e o próprio atleta.

Emprestado ao Atlético-MG em 2010, o jogador também não conseguiu espaço no clube mineiro que, inclusive, sugeriu sua devolução, negada pelo Peixe. Ex-capitão da equipe, ídolo da torcida e campeão Brasileiro de 2002, Fábio Costa, aos 34 anos, segue com futuro incerto.

Fonte: Globo.com